Domingo, 14 Julho, 2024
Início » Detidos por falsificar documentos e vender drogas

Detidos por falsificar documentos e vender drogas

Por Jornal Notícias
632 Visualizações

 QUATRO indivíduos estão nas celas da Polícia acusados de falsificação de documentos e venda de droga. As detenções foram feitas pelo Serviço Nacional de Investigação Criminal (SERNIC) na cidade da Beira.

Trata-se de Júlia. M., e J. Luís, indiciados de falsificação de recibos de pagamento de mensalidades a um instituto de formação, e outros dois indivíduos, nomeadamente T. Joaquim, e J. António, estes indiciados de venda de droga.

De acordo com o porta-voz do SERNIC, Alfeu Sitoe, Júlia. M. é estudante do curso de Técnico de Medicina Geral no Instituto Galeno, onde tentou pagar dois meses de propinas atrasadas usando um recibo falsificado.

“Valeu a atenção do responsável do Instituto, que percebendo o truque accionou as autoridades policiais. Nas diligências efectuadas, para além da detenção da aluna, e de J. Luís, responsável pela falsificação dos talões de propinas, foram apreendidos dois laptops, cinco impressoras, sendo uma máquina para encadernação e duas colunas de som”, disse Sitoe.

Na mesma reprografia foram encontrados vários documentos, incluindo certificados de habilitações literárias de várias instituições de ensino públicas e privadas, cartas de condução, livretes, credenciais de estágio, entre outros.

Júlia. M., que estuda há dois anos, disse que não conhecia a pessoa, mas pagou 450,00 meticais para ter o recibo falsificado, e estava arrependida por ter tentado enganar a instituição onde estudava.

Quanto ao caso de venda de droga, Alfeu Sitoe fez saber que T. Joaquim foi detido na sua residência, no 9º Bairro Munhava-Central, depois que se constatou ser aquele um local de venda de droga do tipo cannabis sativa.

J. António foi detido também na sua residência na posse de cigarros de soruma que vendiam já enrolados. Na sua posse foram aprendidas três caixas de papel usado para preparar droga e plásticos igualmente usados para processamento para venda à grosso.

Ambos acusados de vender droga reconhecem apenas que são consumidores da cannabis.

Leia mais…

Artigos que também podes gostar

Propriedade da Sociedade do Notícias, SA

Direcção, Redacção e Oficinas

Rua Joe Slovo, 55 • C.Postal 327

Capa do dia