Segunda-feira, 22 Julho, 2024
Início » DA CONSULTA À GRAMÁTICA: Entre rir e sorrir!

DA CONSULTA À GRAMÁTICA: Entre rir e sorrir!

Por Jornal Notícias
592 Visualizações

DELFINA MUGABE

ESTA semana vamos abordar a diferença entre estes dois verbos “rir” e “sorrir”. A sugestão é do nosso leitor L. Victor que nos enviou a seguinte mensagem: Boa tarde, Dr.a! Espero que esteja tudo bem. Gostava de saber, quando é que se empregam as palavras rir e sorrir? L. Victor. Cumprimentos.

Para o efeito, consultamos o sentido de cada palavra, no dicionário da língua portuguesa, para sabermos em que momento é que nos rimos ou sorrimos. Assim, segundo o léxico, o vocábulo “rir” é um verbo intransitivo e pronominal. Tem o sentido de “contrair os músculos da cara, mostrando uma expressão alegre, acompanhada por emissão de sons, geralmente cadenciados e ruidosos, como reacção a algo engraçado ou comício”. O verbo expressa, igualmente, “uma expressão alegre”; “ter aspecto agradável”. 

Também pode funcionar como verbo transitivo, cujo significado é “achar graça”; fazer troça de; escarnecer de; tratar sem seriedade; gracejar de. 

Exemplo:

– Eu rio-me, sempre, quando estou feliz; (pronominal).

– O chefe nunca se ri! (pronominal)

– O João ri-se por tudo e nada! (verbo pronominal).

A palavra sorrir é, também, um verbo intransitivo. Tem o sentido de contrair ligeiramente os músculos faciais, mostrando uma expressão alegre como manifestação de boa disposição, agrado, aprovação, ironia, etc. 

Sorrir significa, segundo o dicionário, rir com moderação, sem fazer ruído em incomodar os outros com o barrulho da gargalhada. É, também, sinal de manifestação da expressão ou aspecto agradável. Como verbo transitivo, significa dirigir sorriso a alguém; exprimir com ar risonho. No sentido figurado, sorrir significa “dar esperança a alguém”; ou prometer a solução de um determinado problema.

– Os doentes riem-se, suavemente, das piadas desse jovem! (pronominal e transitivo).

– O bebé sorriu para nós! (transitivo).

– Aquela apresentadora não sorri para os telespectadores! (transitivo)

Portanto, respondendo ao nosso leitor, sobre “em que contexto nos rimos ou sorrimos”, entendemos que “rir” é bem diferente de “sorrir” quer seja na motivação, quer seja no significado. Um riso é, sempre, a manifestação de alegria, satisfação, júbilo, contentamento, etc. Isto é, rimo-nos quando recebemos um estimo que alegra. Porém, um sorriso nem sempre é sinal de satisfação. Pode ser de sarcasmo, de destruição ou mal interpretação de algo. Alguém pode esboçar um sorriso na face para fazer troça de nós. Mas também pode ser estimulante e construtivo. Por isso, é importante estar atento à forma em que o sorriso é expresso e ao contexto em que ocorre. 

Esperamos ter ajudado ao caro leitor a entender o contexto em que cada um destes verbos é ou pode ser usado.

Leia mais…

Artigos que também podes gostar

Propriedade da Sociedade do Notícias, SA

Direcção, Redacção e Oficinas

Rua Joe Slovo, 55 • C.Postal 327

Capa do dia