Terça-feira, 23 Julho, 2024
Início » COMBATE À DROGA: Governo quer mais envolvimento das ONG

COMBATE À DROGA: Governo quer mais envolvimento das ONG

Por Jornal Notícias
601 Visualizações

AS Organizações Não-governamentais (ONG) são chamadas ao maior envolvimento na prevenção e combate à droga, através de diversas acções, incluindo o apoio material para o auto-emprego dos jovens. O repto foi lançado na cidade de Nampula pelo secretário de Estado na província, Jaime Neto, na cerimónia de celebração do Dia Internacional de Luta Contra o Tráfico e Consumo de Drogas.

Segundo o governante, na luta contra o mal é necessário um trabalho coordenado, grande investimento e patrocínio, de modo a criar condições para ocupar os jovens que, a partir das escolas e nos bairros, enveredam pelo consumo ilícito de drogas, envenenando, assim, a sua vida. 

Sublinhou que o Governo, através da Secretaria de Estado da Juventude e Emprego, tem estado a desenvolver muitos projectos de financiamento aos jovens, mas é necessário mais investimento das ONG no apoio material para a promoção do auto-emprego.

Dados revelados na ocasião dão conta de que 105 jovens foram retirados do mundo das drogas ao nível da província, numa acção da Associação Aliança Comunitária, que trabalha na recuperação, no tratamento e reinserção dos jovens consumidores.  O director executivo da organização, Ércio dos Santos Lopes, disse que várias acções estão a ser levadas a cabo para estancar o fenómeno.

Entretanto, Lopes apontou a coordenação institucional como sendo uma das melhores formas para travar e controlar os locais de venda e consumo de drogas.

A directora do Gabinete Provincial de Prevenção e Combate à Droga, Isabel Sanfins Alberto, enalteceu o trabalho abnegado realizado pelos sectores que compõem o conselho de direcção e parceiros.

Segundo afirmou, com poucos recursos, trabalham para alcançar números encorajadores de pessoas que consomem substâncias psicoactivas, através de várias acções de prevenção. No primeiro trimestre do ano em curso, foram mobilizados 4331 activistas, dos quais 471 capacitados, e constituídos 167 núcleos anti-drogas.

No mesmo período, foram realizadas 274 palestras que contaram com a participação de 57.707 pessoas. Foram assistidos no centro de saúde mental, na cidade de Nampula, 474 usuários de drogas, dos quais 267 com perturbações mentais e os restantes transitaram para o centro comunitário de apoio.

O gabinete apreendeu e incinerou 645.5 quilogramas de vários tipos de drogas em toda a província de Nampula, um trabalho realizado em coordenação com outros, como a Polícia da  República de Moçambique e o Serviço Nacional de Investigação Criminal. O Dia Internacional de Luta Contra o Tráfico e Consumo de Drogas foi este ano celebrado sob lema “Investir na Prevenção do Consumo de Drogas é Tarefa de Todos”.

Leia mais…

Artigos que também podes gostar

Propriedade da Sociedade do Notícias, SA

Direcção, Redacção e Oficinas

Rua Joe Slovo, 55 • C.Postal 327

Capa do dia