Inicia julgamento do “Caso LAM”

0

Arranca hoje, no Tribunal Judicial da Cidade de Maputo, o julgamento do processo relativo ao desvio de 50 milhões de meticais da empresa Linhas Aéreas de Moçambique (LAM).

Com o processo nº 84/GCCC/17- IP, o “Caso LAM” devia ter sido julgado em Novembro último, mas foi adiado a pedido da defesa, uma vez que um dos réus encontrava-se em convalescença.

O caso têm como réus: António Pinto Ex-Presidente da Comissão Executiva da LAM, Hélder Fumo, ex-director Financeiro da empresa de bandeira e Sheila Temporário, então responsável pela produção da revista de bordo “Índico”.

Na altura, o Juiz da 7ª Secção, Rui Dauane, teria ordenado a concessão de liberdade provisória aos co-arguidos António Pinto e Sheila Temporário alegando motivos de saúde. Em relação ao réu Hélder Fumo foi concedida liberdade provisória mediante o pagamento de caução no valor de 700 mil meticais.

UniZambeze gradua mestres-de-obras

A Faculdade de Engenharia Ambiental e dos Recursos Naturais da Universidade do Zambeze (UniZambeze), delegação provincial de Manica, graduou ontem 11 estudantes, dos quais nove mulheres e dois homens, formados em construção civil, numa iniciativa que visa dotar membros de famílias de baixa renda de conhecimentos que contribuam para a geração de renda e criação de auto-emprego.

De acordo com a AIM, trata-se de um curso de curta duração, ministrado em três meses, tendo como principal grupo alvo jovens residentes nas proximidades da zona onde está localizada a faculdade.

+ posts

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.