Mateus Mutemba e os 10 anos da ANAC: Conseguimos pôr a conservação como assunto de agenda nacional

0
47

COM relatos de crescimento de efectivos de fauna bravia e de assentamentos humanos em redor de parques, reservas, coutadas e fazendas de bravio, a Administração Nacional das Áreas de Conservação (ANAC) está a privilegiar a sensibilização e educação das populações locais como forma de mitigar eventuais conflitos. Numa entrevista ao “Notícias”, na esteira dos 10 anos da criação da ANAC, assinalados a 25 de Maio corrente, o director-geral desta entidade, Mateus Mutemba, fala dos desafios e das conquistas alcançadas pela instituição que dirige e de uma abordagem que permite maior integração das comunidades na sua relação com as áreas de conservação, através de benefícios sociais. Sobre a caça furtiva, com impacto negativo não só na destruição da biodiversidade como também na vida dos praticantes e suas famílias, Mutemba diz haver melhorias significativas, apesar de ainda ser motivo de preocupação. Quanto à pertinência do investimento em áreas de conservação, o director da ANAC disse haver ganhos imensuráveis na vida humana que provêm do equilíbrio nos ecossistemas, bem como a arrecadação de receitas pelo Estado moçambicano, através do turismo da natureza.De seguida passamos partes da entrevista na qual Mutemba realça o facto de a ANAC ter conseguido colocar a conservação da natureza como assunto de agenda nacional. Leia mais

+ posts

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here