País assinala hoje dia do criador da SADC

0
61

A CIDADE de Xai-Xai, na província de Gaza, acolhe hoje a realização das cerimónias centrais do 14 de Outubro, Dia do Artista e do Criador da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC).

Esta efeméride assinala-se sob o lema “Unidos na Diversidade Cultural pela Integração Global da SADC”.

O momento de destaque, em todas as capitais provinciais, que vai assinalar a passagem do 25.º ano desta efeméride será o registo grátis de obras literárias, científicas e artísticas, para a qual serão criadas todas as condições quer presencialmente, assim como de forma virtual.

Serão ainda realizadas actividades culturais diversas, com destaque para as feiras de artes, livro, disco e de artesanato, obedecendo a um modelo híbrido e com observância rigorosa das medidas de prevenção e contenção da propagação da Covid-19.

Organizadas pelo Ministério da Cultura e Turismo, em parceria com as direcções provinciais da Cultura e Turismo, esta acção é um pretexto para reflectir sobre a importância da produção artística e seu impacto na sociedade actual, bastante marcada, actualmente, pelo novo coronavírus. Esta doença obrigou ao confinamento das pessoas, encerramento dos centros culturais e não só, bem como travou a exibição da produção dos artistas.

É neste sentido que, no mesmo quadro, o Instituto Nacional das Indústrias Culturais e Criativas (INICC) vai promover a partir das 09.00h, em Maputo, e nas delegações regionais das zonas Centro e Norte do país, o registo gratuito de obras literárias, científicas e artísticas.

O Dia do Criador da SADC foi instituído em 1996, na cidade de Maseru, Lesotho, com a finalidade de exaltar a protecção e o reforço dos Direitos do Autor e Direitos Conexos.

Estes direitos são compreendidos como mecanismo de protecção dos interesses dos criadores, artistas e dos produtos culturais e fazem parte do conjunto da propriedade intelectual e da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Para este fim, os estados-membros são guiados pelos princípios de igualdade soberana, de solidariedade, paz e segurança, de respeito pelos direitos humanos, de democracia e do Estado de Direito.

Nesse prisma, o Plano Estratégico da Cultura (PEC 2012-2022) define a promoção da participação de todos os moçambicanos na dinâmica cultural do país através da facilitação da organização de manifestações, eventos e reuniões culturais, criando um espaço para o diálogo e intercâmbio intercultural.

Por sua vez, a Política das Indústrias Culturais e Criativas e Estratégia da sua Implementação (PICC) realça a promoção do potencial artístico-cultural, mobilizando a criatividade e iniciativas de todos os sectores para desenvolvimento de produtos e serviço para mercados culturais.

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!
+ posts

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here