Jornalistas capacitados em matéria sobre a deficiência

0

JORNALISTAS, comunicadores e produtores de programas infanto-juvenis concluem hoje, na Beira, a sua capacitação em matérias sobre crianças com deficiência.

Esta formação é orientada para aqueles casos de deficiência adquirida em circunstâncias de calamidades naturais, como eventos climáticos extremos, com destaque para ciclones, inundações e cheias, bem como guerras.

A directora da Rede de Comunicadores e Amigos de Criança (RECAC), Célia Banze, explicou que, com a formação, pretende-se sensibilizar os participantes sobre as melhores formas de tratamento jornalístico dos temas relacionados com este grupo de pessoas.

O evento ocorreu numa iniciativa que contou com o envolvimento do Fórum Moçambicano dos Deficientes (FAMOD) e aconteceu precisamente numa altura em que se aproxima mais uma época chuvosa e ciclónica.

O oficial de comunicação do Fundo das Nações Unidas para Infância (UNICEF) em Moçambique, Gabriel Pereira, considerou fundamental o acesso à informação por parte das pessoas com deficiência numa situação de emergência, particularmente as crianças deslocadas.

Por sua vez, Bonifácio António, do Instituto Nacional de Gestão e Redução de Risco e Desastres (INGD), abordou o tema relacionado com as mudanças climáticas, particularmente na cobertura de eventos extremos para as pessoas com necessidades especiais.

O orador transmitiu conhecimentos sobre abordagem da organização do sistema e participação dos diferentes actores.

A comunicadora infanto-juvenil Maila António considerou a iniciativa de capital importância considerando que adquiriu valiosas experiências para o exercício da sua actividade.

Jornal Notícias
+ posts

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.