Corpo do Cardeal Dom Alexandre repousa na cripta da Sé Catedral de Maputo

0
99

OS restos mortais do Cardeal Dom Alexandre José Maria dos Santos, que morreu no dia 29 de Setembro aos 103 anos, vítima de doença, na capital do país, foram depositados hoje na cripta construída junta ao presbitério da Sé Catedral de Maputo.

O local fica junto ao altar sagrado daquela capela, em resposta a um pedido feito pelo malogrado no princípio dos anos 2000.

Na cerimónia solene partipou o Presidente da República, Filipe nyusi, os antigo presidentes Armando Guebuza e Joaquim Chissano e responsáveis da Igreja Católica.

Segundo o padre Cláudio dos Reis, a primeira vontade do malogrado era repousar junto à imagem de Maria, algo descartado por razões arquitectónicas.

“O arquitecto terá dito que seria muito difícil partir o mármore”, afirmou.

O padre explicou ainda que no espaço onde acontece toda a acção litúrgica está enterrado, desde 1967, Dom Clemente de Teodósio Gouveia, o primeiro bispo de Lourenço Marques (actual cidade de Maputo).

“Já está há 59 anos ali, agora vem o nosso cardeal e estamos felizes com isso”, comentou.

Dom Alexandre, o primeiro bispo negro do país, ordenado em 1953, será sepultado do lado esquerdo de Dom Clemente, cuja sepultura está coberta de mármore, ostentando uma insígnia episcopal e inscrições em latim.

O mesmo, disse Cláudio dos Reis, acontecerá com Dom Alexandre, tanto que o se sepulcro terá a inscrição “Servir e ser servido”, que proferiu em muitas das suas homilias na catedral.

Segundo Reis, enterrar os padres dentro do templo é uma tradição antiga da igreja católica, pois “qualquer bispo na diocese como o malogrado assim o merece, pode escolher ser sepultado na catedral e ele na altura mostrou esse interesse ”.

No caso da Catedral de Maputo, explicou, há espaço para mais de 100 sepulturas, porque, avançou o padre, elas podem ser abertas em qualquer lugar da basílica, tanto que no presbitério há já uma para o próximo bispo.

“Na África do Sul, o bispo de Joanesburgo foi enterrado entre os bancos, e na Namíbia, o de Windhoek foi sepultado no corredor”, exemplificou.

O corpo do Cardeal Dom Alexandre foi embalsamado, mas somente para as celebrações fúnebres, “porque o corpo depois corrompe-se”.

Após a sua sepultura, os cultos na Catedral deverão ocorrer normalmente, cabendo aos familiares se fazerem à igreja aquando da cerimónia do oitavo dia.

+ posts

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here