Furto de camas hospitalares leva três funcionários às celas

0

TRÊS funcionários da saúde estão à contas com o Serviço Nacional de Investigação Criminal (SERNIC), na cidade de Maputo, desde a tarde de hoje, indiciados no roubo de 19 camas pertencentes ao Hospital Geral de Mavalane (HGM). 

Os funcionários transportavam as camas partindo do HGM com destino ao Hospital Psiquiátrico do Infulene, e no meio do caminho desviaram a rota para uma sucataria localizada no bairro George Dimitrov, na cidade de Maputo, local onde pretendiam vender o material furtado. 

Dos visados, dois assumiram o crime e um negou o seu envolvido no furto, alegando que é motorista e estava cumprindo ordens dos seus superiores.

Leonardo Simbine, porta-voz do SERNIC, indicou que os indivíduos foram neutralizados em flagrante delito na sucataria, graças a um trabalho de investigação secreta realizado pela corporação.

Dos funcionários, dois estão afectos a Direcção da Saúde da Cidade de Maputo e um ao Hospital Geral de Mavalane. 

+ posts

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.