MAPUTO: capacitados agentes penitenciários

0

Cerca de 40 agentes penitenciários de diferentes escalões e da Polícia da República de Moçambique (PRM) estão desde ontem, em Maputo, a ser dotados de habilidades e ferramentas para prevenir, responder, monitorar e resolver situações de tortura e violação dos direitos humanos de reclusas, no país.

Também participam na capacitação organizações da sociedade civil moçambicanas.

Falando no evento, de dois dias, a Secretária Executiva do Observatório das Mulheres, Quitéria Guirengane, disse que o objectivo da acção é treinar formadores para que, posteriormente, repliquem os conhecimentos adquiridos.
“Pretendemos capacitar formadores para lhes dotar de ferramentas e habilidades para poderem transmitir aos outros, não apenas numa perspectiva de prevenção e resposta a casos de torturas, mas também no domínio das regras de Bangkok que tem a ver com o tratamento das mulheres infractoras, reclusas ou privadas de liberdade″, explicou.

Regras de Bangkok é um documento das Nações Unidas sobre o tratamento de mulheres presas e medidas não privativas de liberdade para mulheres infractoras.

+ posts

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.