CONSIDERA METY GONDOLA: Municípios devem melhorar condições de vida dos cidadãos

0

O SECRETÁRIO do Estado da província de Nampula, Mety Gondola, considera que a governação municipal deve estar centrada na criação de melhores condições de vida para todos os cidadãos, sem qualquer distinção.

O governante advertiu ontem na cidade de Nampula, no acto do lançamento e apresentação pública do programa “Boa Governação Financeira” que abrange algumas vilas e cidades municipais das províncias de Nampula e Niassa, localizadas na região norte do país.

Para o secretário do Estado, a palavra e opinião do munícipe no processo de implementação dos programas locais é muito crucial, por isso devem ser feitas avaliações sistemáticas e a monitoria na sua implementação.

Com a duração de dois anos, o programa de “Boa Governação Financeira” dos municípios, conta com o apoio financeiro de 25 milhões de dólares norte-americanos, disponibilizados pela Suíça e Alemanha.

O programa, segundo descreveu Gondola, vai oferecer aos municípios abrangidos, uma nova realidade de ciclo de governação inserida no novo paradigma de governação descentralizada, bem como uma oportunidade de consolidar a capacidade de captação de receitas, programação, gestão de recursos humanos, consolidação de boa convivência e prestação de serviços ao nível das comunidades, incluindo processos de programação inclusivos e participativos levados a cabo ao nível dos conselhos municipais.

“Será uma nova realidade para os nossos distritos que possuem as vilas municipais. A experiência deste processo iniciado em 2016 é que os resultados são visíveis porque não somos como éramos. A nossa capacidade hoje não se assemelha com a que tínhamos outrora quando iniciamos esta caminhada. Os municípios mostram-se com maior capacidade de planificação, gestão de processo de implementação das acções das entidades, monitoria de programas entre outros”, sublinhou Gondola.

Por sua vez, o representante da embaixada da Suíça em Moçambique, Nobre Canhanga, disse que o programa visa reduzir desigualdades e melhorar as condições dos cidadãos, nos municípios previamente seleccionados nas províncias de Niassa e Nampula.

“Este processo será feito através da melhoria da prestação de serviços da governação financeira e participativa, garantindo o envolvimento dos cidadãos no processo de tomada de decisão e da governação municipal”, disse Canhanga.

O responsável acrescentou que de forma resumida o programa ora apresentado está em harmonia com o plano estratégico da província de Nampula, que pretende acelerar o desenvolvimento económico e social, numa base sustentável e integral, de modo a tornar competitiva na economia nacional e regional.

+ posts

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.