MESTRADO EM SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL: Programa de formação vai combater desnutrição

0
140

A FACULDADE de Ciências Agrárias da Universidade Rovuma (UniRovuma) lançou recentemente, na cidade de Nampula, um programa de mestrado em segurança alimentar e nutricional.

Esta formação surge no âmbito dos esforços que estão a ser empreendidos para o combate à desnutrição crónica e aguda na região, sobretudo em crianças até aos cinco anos de idade.

Para o reitor da universidade, Mário Brito, o lançamento do programa de formação constitui abertura de mais uma frente, entre tantas que a sua instituição tem vindo a apostar para a formação de quadros superiores em várias áreas do saber.

O objectivo do mestrado é de formar quadros de nível superior capazes de identificar os principais problemas e desenvolver competências por forma a contribuir para a redução dos actuais níveis de desnutrição. Este problema é considerada pelas autoridades governamentais como problema de saúde pública, particularmente em menores de cinco anos.

O programa que visa também fortalecer os sistemas alimentares rurais, inclui estudo das consequências de mudanças climáticas, igualmente influem nos processos de produção de alimentos para a melhoria da situação nutricional.

Para a materialização do programa, aquela instituição do ensino superior público, conta com a parceira da Universidades Eduardo Mondlane e de outras, desta feita da Alemanha, que inclui uma entidade governamental daquele país europeu.

A província de Nampula, embora seja rica em alimentos com alto teor nutritivo e maior produtora do país, é uma das regiões que apresenta altos índices de desnutrição crónica, especialmente em crianças de cinco anos de idade, situada actualmente em 50 por cento.

Segundo os académicos, este índice coloca em causa as gerações vindouras, por trazer traumas, daí que destacam a importância da execução do programa do mestrado em segurança alimentar e nutricional.

O alto índice da desnutrição crónica na província de Nampula fez com que a Fundação para o Desenvolvimento da Comunidade (FDC) levasse a cabo, no passado, um estudo a fim de identificar factores comportamentais da desnutrição crónica. Neste quadro foi realizado um exercício de mapeamento das partes interessadas no seu combate e avaliado a capacidade institucional local com vista a trazer uma resposta multissectorial para a sua redução.

O estudo identificou os hábitos alimentares como a causa da desnutrição crónica na província de Nampula, daí que recomendou a necessidade da sua mudança por parte das populações.

+ posts

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here