Chegada tardia de vacinas compromete processo de imunização

0

A CHEGADA tardia de vacinas contra a pandemia da Covid-19 poderá comprometer o calendário do processo de imunização em Moçambique, que arrancou em 08 de Março último, em todo o país.

O facto foi avançado pela directora nacional adjunta de Saúde Pública, Benigna Matsinhe, segunda-feira (31) na cidade de Maputo, em conferência de imprensa, sobre a evolução da pandemia em Moçambique e resto do mundo.

“Neste momento nós não temos garantias de quando chegarão as vacinas, mas temos processos de aquisição que estão a decorrer”, disse Benigna Matsinhe, apontando iniciativas do Governo, do sector privado e a Covax, como os três mecanismos separados em curso para aquisição de vacinas para o país.

“Acreditamos nós que conforme o tempo for passando, e as necessidades tanto dos países fabricantes forem respondidas chegará também o momento para nós conseguirmos aceder a um maior número de vacinas”, explicou.

As autoridades moçambicanas, através do Banco Mundial, está em processo de aquisição de cerca de sete milhões de doses de vacina da Johnson&Johnson, disse a directora nacional adjunta de Saúde Pública, acrescentando que “não há previsão de chegada. Poderá ser talvez lá para o fim do ano.”

As autoridades acreditam que as vacinas que estão sendo adquiridas pela parceria entre o Governo e o sector privado poderão chegar ao país entre Junho e Julho, mas advertem que não há garantias.

A Covishield, fabricada pela farmacêutica Serum Institute of India, foi o último lote de vacinas que o país recebeu, no início de Março. Foram 484 mil doses, das quais 240 mil já foram usadas para a primeira vacinação.

“Desta (vacina) definitivamente não restou absolutamente nenhuma, porque as que ficaram são para a segunda dose das pessoas que receberam a primeira”, vincou.

Até ao momento, o país vacinou apenas 0,2 por cento da população total estimada em 28 milhões de habitantes.

+ posts

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.