AFROTAÇAS-2022/2023: Representantes nacionais obrigados a inscrever femininos

0

O CAMPEÃO nacional e o vice-campeão de Moçambique da presente edição são obrigados a incluir nos processos de inscrição da CAF para a disputa das Afrotaças 2022/2023 equipas de femininas, que passa a ser um item de carácter obrigatório, de acordo com uma comunicação do órgão máximo de futebol nacional.

Segundo a CAF, a inscrição das equipas femininas na estrutura dos clubes é obrigatório e, deste modo, as equipas moçambicanas que se qualificarem às competições internacionais da edição 2022/2023 devem regularizar o critério de inscrição destasequipas até Maio de 2022, por forma a não ficar de fora das próximas competições africanas.

Recorde-se que o campeão e o vice-campeão moçambicanos do Moçambola-2021 vão representar o país na Liga dos Campeões e Taça CAF, respectivamente, em virtude de não se disputar a Taça de Moçambique em 2021, devido à Covid-19.

A Federação Moçambicana de Futebol (FMF) já comunicou aos clubes para que nas inscrições para o Moçambola do próximo ano devem ser incluída a inscrição de equipas femininas, mas, até ao momento, o Gabinete Técnico da FMF ainda não decidiu sobre a implementação da obrigatoriedade da inscrição de equipas femininas nas equipas do Moçambola.

+ posts

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.