Acordos reforçam parceria entre Moçambique e Malawi

0

PAULO DA CONCEIÇÃO,  em Lilongwe

MOÇAMBIQUE e Malawi rubricaram dois acordos de cooperação, visando facilitar o comércio entre os dois países através do estabelecimento de um posto de paragem única, bem como simplificar e harmonizar o controlo fronteiriço entre os dois Estados.

Adicionalmente, após negociações descritas como bem-sucedidas, os dois países assinaram memorando de entendimento no sector mineiro, ao abrigo do qual comprometem-se a cooperar no desenvolvimento de projectos de hidrocarbonetos, sobretudo nas áreas de petróleo e gás.

Estas informações foram divulgadas ontem, em Lilongwe, em conferência de imprensa que marcou o final de vista de Estado de três dias que o Presidente da República, Filipe Nyusi, efectuou ao Malawi.

Numa declaração conjunta, emitida no final das negociações bilaterais havidas terça-feira em Silima, a 130 quilómetros de Lilongwe, e divulgada ontem,  os dois países reafirmaram o seu comprometimento em manter as consultas políticas e diplomáticas na busca de soluções de interesse mútuo, incluindo os conflitos armados, terrorismo, paz, segurança, desenvolvimento, mudanças climáticas, Covid-19, entre outros.

Foi igualmente acordado que a Comissão Permanente Conjunta para a Cooperação (JPCC) deverá se reunir regularmente, estando agendada a próxima reunião deste Órgão para o próximo ano na capital malawiana, enquanto que a Comissão Permanente Conjunta para as Áreas de Defesa e Segurança (JPCDS), deverá se reunir em Maputo também no próximo ano.

Na conferência de imprensa ontem, o Presidente da República, Filipe Nyusi, classificou a visita de histórica, frisando  que esta é uma prova de que ninguém pode travar o vento com as mãos

“O vento são os nossos povos e, por isso, como líderes, não nos resta mais nada a não ser  facilitar este movimento. Os resultados desta visita provam, mais uma vez, que juntos podemos desenvolver os nossos países”, disse.

O Chefe do Estado  enfatizou também que um dos problemas identificados está relacionado com o fornecimento de energia eléctrica ao Malawi a partir de Moçambique.

A este respeito, o Presidente Filipe Nyusi enalteceu a intervenção do seu homólogo na remoção dos constrangimentos que inviabilizavam o processo.

Por seu turno, o Presidente malawiano destacou as excelentes relações actualmente existentes entre os dois países, considerando ter sido, também nesse contexto, que foi atribuída a chave da cidade de Lilongwe ao Chefe do Estado moçambicano. Relativamente ao projecto de fornecimento de energia, Lazarus Chakwera disse que o mesmo irá colocar definitivamente o Malawi na rede eléctrica da África Austral.

+ posts

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.