12.4 C
Maputo
Sexta-feira, 1 - Julho, 2022

SUPOSTO OPERATIVO TERRORISTA: PROCURADORIA REMETE  PROCESSO AO TRIBUNAL

+ Recentes

Assane Issa

A Procuradoria Provincial de Cabo Delgado, acaba de remeter ao Tribunal, o processo de N.B. Maita, acusado de ser um operativo de grupos terroristas que actuam na província, da área de recolha de informação de inteligência sobre a movimentação e capacidade operativa das Forças de Defesa e Segurança (FDS), no distrito de Macomia, uma das regiões que faz parte do Teatro Operacional Norte.

Segundo o porta-voz da Procuradoria em Cabo Delgado, Ângelo Manuel Sueta, o cidadão é acusado de crime de espionagem, armas proibidas, associação criminosa, aderência à organizações ou associações terroristas, entre outros.

Segundo consta do resumo factual do caso, o cidadão em alusão saiu de Nacala-Porto, em Nampula, para Ilha Macaloe, em Mucujo, Macomia, em 2020, onde passou a dedicar-se à pesca para fornecer aos grupos terroristas, juntamente com sua esposa, de origem tanzaniana e dois homens, um queniano e congolês.

Depois de receber treinos militares, nas margens do Rio Messsalo, foi-lhe confiada a tarefa de recolha de informação sobre a movimentação das FDS.

A 17 de Dezembro de 2021, consta que foi destacado para Ilha das Rolas, com vista à recolha de informação, tendo sido neutralizado pela população.

Segundo consta do resumo factual, foi encontrado na embarcação em que se fazia transportar,  uma pistola, duas facas, uma tesoura, Alcorão e cinto militar.

Levado às autoridades, para os devidos efeitos, o processo mereceu despacho de acusação no dia 28 de Abril de 2022, por haver fortes indícios de o arguido haver cometido os tipos de crimes legais acima mencionados, puníveis com prisão de 16 a 20 anos de cadeia.

Leia mais…

- Publicidade-spot_img

Destaques