Diminui dívida pública interna

0

O Banco de Moçambique (BM) considera que a dívida pública interna contraída com recurso a Bilhetes do Tesouro (BT), Obrigações do Tesouro (OT) e adiantamentos do  banco central tende a reduzir.

De acordo com o BM, no seu mais recente relatório sobre Conjuntura Económica e Perspectivas de Inflação (CEPI), desde finais de Outubro passado, a dívida pública interna reduziu de 140.610 para 140.073 milhões de meticais, reflectindo a amortização de OT em cerca de 567 milhões de meticais.

“Os montantes acima não tomam em consideração outros valores da dívida pública interna, tais como contratos de mútuo e de locação financeira, assim como responsabilidades em mora”, refere o banco.

Na sua análise, o BM destaca ainda o facto de aactividade económica global continuar a abrandar, realçando que, no terceiro trimestre de 2019, a tensão comercial prevalecente entre as principais economias determinou o crescimento mais lento da economia mundial.

“Enquanto isso, os níveis de inflação situaram-se abaixo das metas, perspectiva que poderá manter-se no curto e médio prazos”, revela.

O Fundo Monetário Internacional (FMI), na edição de Outubro do World Economic Outlook (WEO), reviu em baixa as perspectivas de crescimento económico mundial para 2019 a traduzir, entre outros factores, o aumento das incertezas comerciais e geopolíticas, com reflexo na baixa produção industrial em algumas economias avançadas e emergentes.

Neste contexto, espera-se um crescimento económico global na ordem de 3,0%, equivalente a 60 e 20 pontos base (pb), abaixo do realizado em 2018 e da previsão apresentada em Julho, respectivamente.

Esta desaceleração é sustentada, essencialmente, pelo fraco desempenho das economias avançadas, cujas previsões de crescimento foram revistas em baixa (em 20 pb face às estimativas para o final do ano apresentadas em Julho) a traduzir, sobretudo, as incertezas comerciais e de investimento nos EUA; e das economias emergentes e em desenvolvimento, onde se perspectiva igualmente um crescimento 20 pb abaixo da previsões apresentadas em Julho.

“Para a África Subsahariana, a previsão de crescimento foi também revista em baixa namesma proporção comparativamente às estimativas de Julho, a reflectir o fraco desempenho da economia sul-africana, aliado às limitações no fornecimento de energia e às greves laborais neste país”, frisa o BM no relatório.

 

 

Crescimento trimestral do PIB Real de Moçambique (%)

 

+ posts

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.