Governo garante transparência na gestão de fundos do Covid-19

0

O ministro da Economia e Finanças garantiu ontem no parlamento que o Governo vai gerir com transparência os recursos destinados ao combate à pandemia da covid-19, anunciando a abertura de uma conta especial para o depósito das verbas.

“Abrimos quarta-feira uma conta especial para todos aqueles que queiram apoiar, temos um mecanismo de controlo e verificação”, declarou Adriano Maleiane.

O ministro falou sobre o Plano Nacional de Prevenção da Pandemia da Covid-19, quando respondia a perguntas dos deputados sobre a matéria, durante o debate do Plano Económico e Social (PES) e do Orçamento do Estado de 2020.

O governante avançou que a criação de uma conta especial para a canalização dos recursos destinados à luta contra o novo coronavírus foi da iniciativa dos parceiros internacionais.

A conta será gerida pelo Ministério da Saúde (MISAU), seguindo critérios de transparência, acrescentou Adriano Maleiane.

Nesse sentido, todos os actos inerentes aos gastos no quadro do combate à covid-19 serão publicitados, para permitir o escrutínio social e da comunidade internacional.

“Prometemos que vamos publicar quem ganha o concurso para a aquisição de bens e serviços necessários para o combate à covid-19, como forma de prestação de contas”, frisou Adriano Maleiane.

O Plano Nacional de Prevenção da Pandemia da covid-19 está orçado em cerca de 50 milhões de dólares sendo que o capítulo sobre compra de material e equipamento ronda os 30 milhões de dólares.

A diferença inclui custos ligados a transporte, serviços adicionais e pessoal, estando previsto o recrutamento de 1.700 novos quadros da área da saúde.

Na quarta-feira, o ministro da Economia e Finanças afirmou no parlamento que os 15 milhões de dólares de dívida perdoada pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) serão entregues ao MISAU para a luta contra a pandemia da covid-19.

+ posts

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.