Director: Júlio Manjate

O número de mortos subiu para 84 e o de feridos para 1.500, segundo o balanço preliminar dos danos causados pelo ciclone tropical Idai, no centro do país. Entretanto, o Presidente da República, Filipe Nyusi, está a sobrevoar as áreas inundadas para se inteirar do nível dos danos.

Os novos dados sobre mortes devem-se à descoberta de mais corpos pelas equipas envolvidas nas operações de busca, à medida que as condições permitem avançar no terreno.

Só em Sofala, concretamente nas cidades da Beira e Dondo tinham sido contabilizados até ao fim da tarde de ontem 68 mortos. Os outros 16 óbitos ocorreram na província de Manica.

Nas províncias de Sofala, Manica e Zambézia foram afectadas mais de 63 mil pessoas e destruídas 57.669 casas destruídas e ainda duas unidades sanitárias danificadas.

Porém, este quadro pode estar longe da realidade, pois ainda decorre a avaliação dos estragos, numa altura em que continua a chover na região centro, estando já cortada a Estrada Nacional número Seis (EN6) e a comunicação afectada.

O Presidente da República, Filipe Nyusi, que sobrevoou as províncias de Sofala e Zambézia ontem, descreveu a situação como “muito difícil”, particularmente na cidade da Beira, onde a vida está literalmente paralisada.

Anunciou uma ponte aérea com vista a assegurar a assistência alimentar e em medicamentos às vítimas do “Idai”

O mais alto magistrado da nação deverá escalar hoje outras zonas afectadas pelo ciclone Idai, que provocou chuvas intensas e ventos fortes, com velocidade de 180 a 200 quilómetros por hora.

Nyusi chegou à zona centro ido de eSwatini, onde encurtou a visita de Estado que efectuava.

Paralelamente, membros do Conselho de Ministros desdobraram-se em quatro províncias do centro do país e Niassa para coordenar a assistência humanitária e prestar ajuda, no que diz respeito às acções tendentes à normalização da situação.

Os ministros Celso Correia, da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural; e Ernesto Max Tonela, dos Recursos Minerais e Energia, trabalham em Sofala; e Silva Dunduro, da Cultura e Turismo, no Niassa, enquanto João Leopoldo da Costa, vice-ministro da Saúde, está em Manica.

Entretanto, o Instituto Nacional de Meteorologia (INAM) prevê a continuação de chuvas e ventos fortes acompanhados de trovoadas severas até quinta-feira nas províncias de Sofala, Manica, bem como parte da província de Tete.

O mau tempo vai fazer-se sentir também nas províncias de Inhambane e Gaza.

Mais detalhes sobre este assunto na página 6 da presente edição.

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction