Director: Lázaro Manhiça

O ambiente de paz que se reflecte na realização de eleições periódicas e a melhoria de indicadores macro-económicos em Moçambique é propício para estimular o empresariado português, e não só, a potenciar investimentos no país.

A convicção foi manifestada ontem em Maputo pelo Chefe do Estado português, Marcelo Rebelo de Sousa, no final da audiência que lhe foi concedida pelo Presidente da República, Filipe Nyusi.

Marcelo Rebelo de Sousa, que se encontra no país para uma visita de cinco dias, tem na sua agenda, entre outras actividades, a participação hoje na cerimónia de tomada de posse de Filipe Nyusi para um segundo mandato como Presidente da República de Moçambique.

O Presidente português disse que esta é uma ocasião muito importante para mais investimento em Moçambique, e não obstante o seu país ser “veterano”, pode encontrar novas áreas e formas para rejuvenescer o seu investimento.

“Há um clima de pacificação e melhoria de indicadores económicos que devem dissipar dúvidas aos empresários e investidores, levando-os a avançar para Moçambique”, disse Rebelo de Sousa.

Antes disso o Presidente da República, Filipe Nyusi, afirmou que o novo ciclo de governação que hoje inicia é de muito trabalho e o investimento português não pode faltar, sobretudo com o sector privado em primeiro lugar.

“É com o sector privado que vamos empregar mais e produzir mais receitas para os nossos países”, disse o Chefe do Estado, acrescentando que “precisamos de trabalhar”.

Afirmou que o mais importante é que o país não faça inimigos em nenhum lado, e mais importante agora é o que é feito entre os dois países (Moçambique e Portugal).

Sobre a audiência, o Chefe do Estado disse que foram tratados assuntos de interesse dos dois países, passadas em revista as relações bilaterais bem como sobre a situação política, económica e social de Moçambique, entre os quais os níveis de evolução depois dos ciclones Idai e Kenneth.

Entretanto, ainda ontem, Filipe Nyusi recebeu em audiência o Vice-Presidente da República do Uganda, Eduard Kiwanuka Ssekandi, que veio a Maputo para participar na cerimónia de investidura do Chefe do Estado em representação do Presidente daquele país, Yoweri Museveni.

Ssekandi disse na ocasião que participa no acto de posse porque Moçambique é um país amigo, onde o Presidente Yoweri Museveni se formou para lutar pelo Uganda e tem colhido experiências para o desenvolvimento da democracia.

“Vos peço, humildemente: defendam, apoiem e obedeçam o Presidente Filipe Nyusi”, acrescentou o dirigente ugandês. 

(Alcides Tamele)

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction