Director: Júlio Manjate

Seiscentas e trinta vagas estão disponíveis para novos ingressos em diferentes cursos no Instituto Industrial e Comercial da Beira (IICB), os quais se vão juntar aos 1732 que já frequentam esta instituição de Ensino Técnico-Profissional.

O facto foi revelado pelo director do IICB, Rogério Duarte, à margem de uma visita que o governador-cessante da província de Sofala, Alberto Mondlane, efectuou na segunda-feira às instalações do IICB para se inteira das obras de reabilitação, edificação e apetrechamento da instituição.

Na ocasião Rogério Duarte revelou que as aulas vão arrancar dentro do período previsto, embora alguns docentes ainda estejam em formação dentro do país e no Brasil.

“O projecto contempla a componente de formação psico-pedagógica, estando já a decorrer um processo envolvendo 50 professores, enquanto outros terão formação técnica que está a ser ministrada por pessoal qualificado ligado às empresas que produziram o novo equipamento instalado”, explicou o nosso entrevistado.

Estudantes ansiosos

ENTRETANTO, alguns estudantes presentes na visita do governador Alberto Mondlane mostraram-se ansiosos com o arranque das aulas e com a oportunidade de entrarem em contacto com as novas máquinas alocadas a vários departamentos, entre os quais os da Construção Civil, Mecânica, Electricidade Geral e Electricidade-Auto.

Em conversa com o nosso Jornal o estudante de mecânica Alberto Tivane disse que não vê a hora de iniciar as aulas para apreender a operar a nova tecnologia.

“Para mim as aulas deveriam iniciar hoje. Vi as máquinas montadas no laboratório de mecânica e, apesar de estar a frequentar o 3° ano, só via material igual nos filmes ou catálogos da internet. Se me dissessem para começar a estudar hoje eu diria que estou pronto. Este equipamento dá vontade de aprender. Assim muitos virão inscrever-se”, regozijou-se Tivane.

Já para Manuela Matende, estudante do Curso de Contabilidade, os estudantes do Ensino Técnico-Profissional têm ferramentas para aprenderem e poderem trabalharem em qualquer parte do mundo.

“Estou satisfeita por ver esta tecnologia nova na nossa instituição. Assim posso dizer que podemos trabalhar em qualquer parte do mundo e em igualdade de circunstâncias com os locais. Agradecemos ao Governo. Eu nunca imaginava que algum dia teríamos um laboratório apetrechado como este. Estava a ver o instituto a ruir por falta de equipamentos, mas agora é com orgulho que afirmamos que somos estudantes do IICB”, disse.

Já Manuel Dauce, estudante de Electricidade, afirmou estar “a viver um sonho”.

 “Tinha dúvidas sobre  o projecto, mas agora fico maravilhado quando vejo esta maquinaria toda. Considero que a nossa geração é de sorte, porque nunca houve maquinaria igual aqui. Gostaria que as aulas fossem mesmo hoje”, comentou Manuel Dauce, que frequenta o 4° ano.

Para o estudante de Contabilidade Roberto Tangune, o equipamento novo alocado ao IICB demonstra o quão o Governo está interessado em investir na educação técnica e profissional.

“Não consigo acreditar no que estou a ver. Não esperava que tão já tivéssemos isto. Estou feliz e parabenizo quem idealizou este projecto, porque leva-nos a competir ao mesmo nível com alguns países que estão avançados em termos de promoção do Ensino Técnico-Profissional”, disse Tangune.

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction