Imprimir
Categoria: Beira
Visualizações: 1626

TERMINA hoje, na cidade da Beira, a formação dos primeiros 32 activistas que vão abordar matérias sobre prevenção do novo coronavírus junto de pessoas com deficiência, iniciativa da “Light For The World”, uma organização austríaca.

De acordo com o director deste organismo que trabalha em prol dos direitos de pessoas com deficiência no país, Zacarias Zicai, os formandos estarão na linha da frente para fazer chegar as informações mais circunstanciais sobre a pandemia.

Zicai recordou que os activistas em causa já vinham trabalhando em prol da saúde nas comunidades mas, sendo a Covid-19 uma nova enfermidade, precisam ser municiados.

Felizarda Vilanculos, formanda, reconheceu tratar-se de um desafio lidar com informações sobre este tipo de doença nas comunidades.

“O maior teste será no terreno, sobretudo quando o assunto é lidar com pessoas com necessidades especiais. Não estou a dizer que este grupo social seja difícil, mas o tratamento da informação requer um certo cuidado”, explicou.

A capacitação destes novos elementos da linha de frente foi financiada pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).