Director: Lázaro Manhiça

A Escola Industrial e Comercial da Beira (EICB) e o Instituto Industrial e Comercial da Beira (IICB) vão, em breve, beneficiar de obras de reabilitação e apetrechamento dos seus laboratórios, numa acção que será complementada pela formação dos docentes e gestores.

O projecto, segundo o porta-voz do Governo da província de Sofala, Lénio Mendonça, é orçado em 15 milhões de euros, a serem disponibilizados pelo Banco Alemão, KFW.

A propósito, a nossa Reportagem entrevistou alguns estudantes das duas instituições, que manifestaram a sua satisfação com a iniciativa, apontando, por exemplo que com os laboratórios, a funcionar em pleno, estarão em melhores condições de aliar a teoria à prática.

Desta forma, estarão igualmente criadas condições para a formação de melhores quadros para o desenvolvimento do país em geral.

Sugeriram que essas mudanças sejam acompanhadas da disponibilização de “kits” de instrumentos e/ou materiais para que possam iniciar as suas actividades profissionais depois de terminada a sua formação.

IVANILDE FILIPE

Laboratórios vão salvar

Para a estudante Ivanilde Filipe, do segundo ano do curso de Montador Eletricista, na Escola Industrial da Beira, o apetrechamento dos laboratórios vai permitir a melhoria de qualidade do ensino e da aptidão dos graduados.

“O meu sentimento como estudante é de alegria, fomos informados que os laboratórios serão reforçados em equipamento que nos permitirá adquirir mais conhecimentos técnicos. Considero que somos uma geração de sorte porque teremos a oportunidade de contar com tecnologias de ponta no processo de formação”, disse Ivanilde.

Acrescentou que no seu curso, em particular, muitos desafios se desenham para o futuro, uma vez que muitas vilas no país precisam ainda de serem iluminadas.

HONORATO ESCRIVÃO:

Teremos melhores técnicos

Honorato Escrivão, estudante de Contabilidade no IICB, disse que a nova lei do ensino técnico, acompanhada pelo apetrechamento das instituições deste ramo vai contribuir para a definição de um futuro qualificado dos profissionais.

“Fala-se de sistema de ensino baseado em competências, isso é bom, vai ser benéfico quando os instrutores forem de qualidade porque com o equipamento laboratorial novo espera-se que saiam daqui bons técnicos, de qualidade, capazes de responder aos desafios impostos em qualquer área técnica. A fusão das duas instituições vai trazer muitas vantagens na formação dos estudantes em termos de progressão na sua formação.”

LINDOLFO MADUCO

Vamos aliar a teoria à prática

Por sua vez, Lindolfo Maduco, estudante do segundo ano do curso de Sistemas Eléctricos do IICB, defendeu que as mudanças no ensino técnico concorrem para alavancar as capacidades técnicas dos profissionais.

Maduco refere, por exemplo, que os laboratórios são importantes para os estudantes poderem confirmar na prática o que lhes é transmitido na teoria.

“O que posso dizer é que estas mudanças constituem ferramentas cruciais para o profissionalismo. Penso que o governo, ao tomar estas decisões, está a dar o anzol a todos os futuros profissionais para poderem avançar e desenvolver vida familiar e do país. Particularmente estou feliz pela maneira como a situação está sendo conduzida, embora haja temores destas mudanças por parte de alguns estudantes, mas eu e muitos outros estamos tranquilos”, defendeu.

LETÍCIA CUATA

“Kits”’ depois de formação

Letícia Cuata é estudante do primeiro ano do curso de Mestre de Obras no IICB. Na conversa com a nossa reportagem começou por recordar que em todas as fases de formação, tanto os docentes como os visitantes que se interessam ao ensino técnico profissional têm estado a falar sobre a necessidade de se pensar no empreendedorismo.

“E eu tenho estado a pensar seriamente no empreendedorismo. É uma boa solução perante a escassez de postos de trabalho. O meu apelo é que o governo deveria criar mecanismos para dar “kits” de material para que o estudante ao terminar o curso possa lançar-se ao terreno e começar a trabalhar. O “kit que me refiro não é só material, como também valores monetários para se poder avançar”, sugeriu.

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction