Director: Júlio Manjate

A Trans African Concessions (TRAC), concessionária da N4, a estrada que liga Gauteng, na África do Sul, e Maputo, em Moçambique, está preocupada com o aumento de acidentes de viação que ocorrem, nos últimos dias, no troço entre Matola e Maputo.

A concessionária manifestou sua preocupação em comunicado de imprensa emitido hoje e que o Notícias Online teve acesso.

De acordo com o documento, alguns dos acidentes resultaram em mortes e danos materiais avultados, semeando luto e desespero nas famílias.

A TRAC menciona que esta secção da N4 foi recentemente reabilitada e ampliada, passando de duas faixas para três em cada sentido, como parte das suas obrigações de melhorar a  infra-estruturas e o fluxo do tráfego no corredor transfronteiriço, de acordo com o contracto de concessão celebrado entre os governos Sul-Africano e Moçambicano - South African National Roads Agency Limited (SANRAL) e Administração Nacional de Estradas (ANE), respectivamente.

A nota indica que o principal objectivo da reabilitação e ampliação do troço foi de melhorar o fluxo do tráfego entre Maputo e Matola, numa  das secções mais movimentadas da rodovia. Contudo, apesar de as obras terem trazido resultados positivos neste aspecto, o excesso de velocidade e o desrespeito em relação as regras elementares de trânsito continuam a resultar em tragédias.

Neste contexto, queixas públicas relacionadas com a ausência de um separador central das faixas leste e oeste tenham sido lançadas à TRAC, esta acredita que a falta desta estrutura não é a causa dos acidentes. As investigações sobre os acidentes indicam que as principais causas são o excesso de velocidade e o desrespeito às regras de trânsito.

Neste sentido, a TRAC insta a Polícia de Trânsito  a intensificar as operações de controlo de velocidade e serão instaladas mais lombas ao longo da N4.

Adicionalmente, a TRAC vai financiar a aquisição de equipamento de controlo de velocidade para a Polícia de Trânsito incluindo a formação sobre o seu manuseamento para assegurar que os infractores sejam exemplarmente autuados.

Por outro lado, a TRAC assegura que o separador central será construído na sequência da recente aprovação da ANE e as obras deverão iniciar na segunda quinzena do próximo mês de Janeiro de 2020.

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction