Director: Lázaro Manhiça

O FUNDO Africano para Mudanças Climáticas (ACCF), uma iniciativa de múltiplos doadores patrocinada pelo Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), aprovou uma doação de aproximadamente 600 mil dólares norte-americanos para a implementação de um projecto de pequena escala de adaptação climática comunitária, em zonas costeiras e marinhas degradadas da província da Zambézia.

A iniciativa visa especificamente, melhorar os sistemas de subsistência dos habitantes de 10 comunidades rurais e vulneráveis, representada por menos de 100 famílias que residem em habitats costeiros na Área de Protecção Ambiental das Ilhas Primeiras e Segundas (APAIPS), no distrito de Pebane e na zona tampão, em Mocubela.

Em comunicado de imprensa a que o “Notícias” teve acesso, o BAD refere que o projecto irá estabelecer e promover um sistema integrado de agricultura, agrossilvicultura, piscicultura e apicultura, designado Sistema Resilientede Agrossilvicultura Sintrófica (SAFs).

“O seu desenho está alinhado com as prioridades da província. Conta com o apoiodas autoridades locais e tem como prioridade a capacitação de mulheres e jovens para implementar iniciativas de baixo carbono e de recuperação de ecossistemas degradados”, refere.

Ainda de acordo com a fonte, o processo que teve início em finais de 2020 e tem a duração de 2 anos, está a ser implementado em colaboração com a ONG italiana ICEI (Instituto Cooperazione Economica Internazionale) e a ONG local ORAM (Associação Rural Ajuda Mútua).

Segundo Pietro Toigo, representante residente do Banco Africano de Desenvolvimento, este projecto visa contribuir para a identificação de modelos de resiliência climática a nível das comunidades, que são necessários para alimentar Moçambique.

Pietro reiterou o compromisso do BAD, em continuar a trabalhar com o Governo de Moçambique e outras partes interessadas a todos os níveis, em investimentos conducentes a um desenvolvimento sustentável e na implementação de estratégias locais, no contexto do acordo de Paris.

“A estratégia do banco é a de promover a Agricultura sintrófica como forma de aumentar a resiliência das comunidades afectadas, melhorar a sua capacidade de adaptação climática e contribuir para a recuperação dos ecossistemas marinhos e costeiros degradados, nesta província”, disse.

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction