Imprimir
Categoria: Assim vai o mundo
Visualizações: 19232

UMA equipa de advogados angolanos remeteu recentemente à Procuradoria-Geral da República um processo-crime contra a Igreja Universal do Reino de Deus (IURD),por estar a submeter os seus pastores a vasectomias.Segundo os advogados isso é feito através de um processo de extrema coação. Francisco Sousa Augusto advogado deum dos pastores que alegadamente foi submetido a uma vasectomia, disse que com estas práticas a IURDincorre nos crimes de ofensascorporais graves e de associação de malfeitores. O causídico, citado pela Voz da América (VOA),afirma que são vários os homens nessa situação que na sua maioria foram coagidos a serem submetidos a vasectomias enquanto outros foram ludibriados quando lhes foi dito que iam participar num programa de planeamento familiar.