Director: Lazaro Manhiça

A Confederação das Associações Económicas de Moçambique (CTA), através de empresas nacionais que operam em vários sectores chaves da economia, vai participar na cimeira França-África a busca de financiamentos para diversos projectos.
O Evento vai ter lugar na cidade de Bordéus, na França, de 04 a 06 de Junho do ano em curso e espera-se que participem cerca de 54 presidentes africanos,  num ambiente em que estarão igualmente presentes bancos de desenvolvimento, fundos de investimentos e investidores privados europeus.
A informação foi tornada pública ontem, em Maputo, pelo Presidente da CTA, Agostinho Vuma, na cerimónia de assinatura de memorando de entendimento entre a CTA e a Embaixada da França tendente a despertar interesse das empresas moçambicanas para participarem activamente da Cimeira França-África.
A CTA encara o memorando rubricado como uma janela de oportunidades para o sector privado moçambicano buscar parcerias estratégicas, do ponto de vista financeiro, que possibilite as empresas nacionais atacarem o mercado europeu fazendo negócios vantajosos tanto para o país, quanto para a França.
“O nosso desejo é que as relações económicas entre os dois países sejam de ganhos mútuos. Vamos encorajar as empresas moçambicanas a participarem desta cimeira para buscarem investimento para os seus projectos”, afirmou o Presidente da CTA.
Por sua vez, o Embaixador da França em Moçambique, David Izzo, disse que, a luz do memorando hoje assinado, a França espera que as empresas moçambicanas aproveitem esta oportunidade que o Governo francês oferece ao continente africano, com especial atenção para Moçambique.
“Moçambique é um grande país e dispõe de vários recursos. Para além do sector de petróleo e gás, o Governo e empresas francesas estão interessados em investir em outros sectores como agricultura, transporte, urbanização e tecnologias”, garantiu, segundo a AIM
O Embaixador avançou que a França tem vários projectos de desenvolvimento em Moçambique e com diferentes linhas de financiamentos distribuídos pela União Europeia, Banco Mundial, Banco Africano de Desenvolvimento e Agência Francesa de Desenvolvimento, visando uma maior participação no processo de crescimento económico do país.

A fonte espera que haja por parte da CTA uma maior divulgação do evento para permitir que várias empresas moçambicanas se façam presentes na referida cimeira.

 

 

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction