Director: Lázaro Manhiça

O PAÍS recebeu esta semana uma boa notícia de que a situação da Covid-19 no país tende a estabilizar-se e que neste momento podemos estar na curva descendente da pandemia, depois do pico registado em Setembro e Outubro.

Esta “boa nova”, partilhada pelo ministro Armindo Tiago, faz renascer as esperanças em todos nós. Porém, consideramos que isso não deve constituir motivo de euforia e de festejo, pois um relaxamento de cada um de nós e das instituições, tanto sociais como formais, pode reverter o cenário.

Achamos que a mensagem do titular do pelouro tem de ser entendida no sentido de que o esforço individual e colectivo feito desde a eclosão da doença no país, em Março último, valeu a pena e temos é que manter o ritmo e sermos mais rigorosos ainda no cumprimento das medidas de prevenção, para evitar cenários difíceis de controlar.

Caso nos deixarmos levar pelas emoções, pensando que o novo coronavírus está a ficar praticamente vencido, corremos o risco de passar por experiências vividas por vários países, incluindo europeus, como Portugal, Itália, França e Espanha. Estas nações do chamado “velho continente”, até com capacidade de dar resposta a este mal (pois possuem meios), estão a conhecer novas vagas de contaminação, após uma reabertura quase que total de actividades em várias esferas da vida, acompanhada por um relaxamento por parte dos cidadãos. Esta situação obrigou a alguns destes Estados a decretar “lock down” parciais ou totais, com todas as consequências que daí advêm.

Nós temos que continuar a tudo fazer para não passarmos por este quadro e a única forma de evitar isso é continuar a comportar-nos bem, em termos gerais, como vimos fazendo e multiplicarmos as campanhas de sensibilização àqueles nossos compatriotas que parecem não acreditar ainda na existência deste mal e no que pode provocar nas famílias e na sociedade, em geral.

Aliás, nessa sua comunicação, feita a partir da Casa do Povo - a partir da província de Nampula - , o ministro Armindo Tiago mostrou-se preocupado com a tendência crescente de relaxamento generalizado no cumprimento das principais medidas de prevenção, como o uso obrigatório de máscara, a lavagem das mãos, o isolamento físico e social, chamando atenção para que não sejam ignoradas as orientações emanadas pelas autoridades da saúde.

Queremos recordar que as primeiras medidas tomadas na altura, com a imposição do Estado de emergência, prevendo o encerramento de escolas, restrições em actividades como comércio, incluindo o banimento de venda de bebidas alcoólicas, nas barracas, entre outros, não colheram consenso no seio da sociedade, mas acreditamos, nós, serem estas acções que evitaram cenários vividos pelo mundo fora. Até pelos nossos vizinhos. 

A nível da região da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), por exemplo, Moçambique é um dos que apresenta menores índices de infecção, ocupando o terceiro lugar entre os países com poucos casos, que são cerca de 573 episódios por 100 mil habitantes e o primeiro entre os que registam menos mortes devido à doença, com cerca de quatro óbitos por 100 mil habitantes.

Aliás, a Organização Mundial da Saúde (OMS) veio a terreiro também esta semana elogiar as medidas tomadas de forma antecipada pelo Governo que, no seu entender, estiveram por detrás destes índices baixos que o país apresenta.

Porém, como dizia um dia o mais alto magistrado da nação, é bom que o quadro seja este de relativamente poucos pacientes e mortos, em comparação com outras realidades, mas a meta de todos os moçambicanos não deve ser outra senão reduzir ainda mais estes mesmos números e, se possível, alcançarmos zero óbitos por Covid-19.

Reiteramos, por isso, o apelo de que todos nos devemos concentrar continuamente na luta para o controlo da pandemia. Se não agirmos nesse sentido, corremos o risco de retardar a abertura, em pleno, de todas as actividades económicas e sociais.

Comments

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction