Director: Lázaro Manhiça

hostgator domain coupon
Pub

Politica

O GOVERNO vai esta semana à Assembleia da República (AR) para responder às perguntas colocadas pelas bancadas parlamentares sobre a situação política, ...

Terça, 20 Abril 2021
Leia +

Nacional

MAIS dois óbitos, vítimas da covid-19, foram declarados hoje (20) pelas autoridades da Saúde, o que eleva o cumulativo de mortos para 802 casos no país. Trata-se de ...

Terça, 20 Abril 2021
Leia +

Beira

A DEMORA na reflutuação de três navios de pesca que, no dia 23 de Janeiro último, afundaram no Porto de Pescas da Beira durante a passagem do ciclone tropical ...

Segunda, 19 Abril 2021
Leia +

Maputo

UMA cidadã nacional está sob custódia da Polícia, desde ontem, na província de Maputo, indiciada de tráfico  internacional de drogas. A mulher ...

Terça, 20 Abril 2021
Leia +

Economia

O NOVO Terminal aduaneiro de Ressano Garcia, na fronteira entre Moçambique e África do Sul, começa a operar a partir do próximo mês de Maio. O empreendimento, ...

Terça, 20 Abril 2021
Leia +

Tecnologias

O MINISTÉRIO da Saúde (MISAU) iniciou, na manhã de hoje (19), com a segunda fase do processo de vacinação contra a Covid-19, para 216.771 pessoas de grupos ...

Segunda, 19 Abril 2021
Leia +

O SECTOR privado sugere que o Banco Central introduza câmbios administrativos para facilitar a aquisição de divisas para o financiamento das importações de factores de produção e bens essenciais.

A medida, de carácter transitório, poderia ajudar a fazer face a actual conjuntura caracterizada pela contínua depreciação da moeda nacional, em relação ao dólar norte-americano. No último dia de Outubro, a paridade metical/dólar no mercado cambial interbancário foi de 42,01, o correspondente a uma depreciação anual do metical de 35,95 por cento.

Este apelo lançado ontem, em Maputo, pela Confederação das Associações Económicas de Moçambique (CTA), surge numa altura em que o Banco de Moçambique acaba de anunciar o agravamento, pelo segundo mês consecutivo, da taxa de juro da facilidade permanente de cedência de liquidez, fixando desta vez, em 8,25 por cento.

O sector privado sugere igualmente ao Governo que inclua medidas específicas e transitórias no Plano Económico e Social, bem como no Orçamento do Estado para 2016 e incentivar o sector produtivo e minimizar-se os efeitos negativos da actual conjuntura económica.

“Neste contexto, a CTA incentiva o Governo a avaliar a reorientação dos subsídios, focalizando-os na produção, como medida transitória; e a considerar a possibilidade de rever os contratos de fornecimento de bens e serviços, com forte componente de importação, pelo sector privado”, disse Rogério Samo Gudo, vice-presidente da agremiação.

A fonte, que falava durante uma conferência de imprensa, recomendou também aos empresários e homens de negócios a agir com maior prudência nas suas decisões para o exercício económico de 2016, dando enfoque à produção doméstica e ao uso de matérias-primas locais.

“A CTA, como representante do sector privado empresarial, estará sempre disponível para apoiar o empresariado a estabelecer sinergias e ligações empresariais que possam reduzir a exposição às flutuações cambiais em relação à taxa de câmbio”, disse.

Na ocasião, Rogério Samo Gudo frisou ainda que o recente incremento das taxas de juro de referência pelo Banco de Moçambique terão um impacto negativo no sector privado, agravando o seu endividamento no sistema bancário que, no primeiro semestre, se situou em 203.087,4 milhões de meticais.

Segundo ele, o impacto negativo terá maior peso nos sectores mais endividados, nomeadamente a indústria, com 11,46 por cento; construção e obras públicas, com 7.66 por cento e transportes e comunicações com 6.65 por cento.

“Mesmo nas linhas especiais de crédito à agricultura, o custo do dinheiro irá aumentar, dado que a taxa de juro de empréstimo tem como base a Facilidade Permanente de Cedência (FPC) que aumentou de 7.75 por cento para 8.25 por cento”, afirmou.

Estas medidas, combinadas com o efeito de depreciação cambial, segundo sustentou, resultarão num cenário cada vez mais sombrio.

“A título de exemplo, o endividamento privado externo das empresas da agroindústria, indústra e telecomunicações cresceu em 2014, passando a totalizar uma dívida externa de 64 milhões de dólares no início de 2015. Isso significa que em meticais este endividamento aumentou em 50 por cento devido à depreciação do metical”, afirmou Rogério Samo Gudo.

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction