Director: Júlio Manjate

Limpopo: O vendaval de Massingir

Semana passada, um forte vendaval assolou o distrito de Massingir, na província de Gaza, destruindo mais de 500 casas e deixando centenas de pessoas ao relento, para além de salas de aula sem cobertura. Foi uma situação que surpreendeu muita gente, desde os desalojados até as diversas instituições, incluindo órgãos de informação.

Tratando-se de um evento natural, pode entender-se que a sua ocorrência tenha surpreendido “todo o mundo”, mas também deve se entender que existem instituições públicas vocacionadas para lidar com estes fenómenos, desde a sua previsão até à sugestão de medidas preventivas, como os serviços meteorológicos e o Instituto Nacional de Gestão de Calamidades Naturais (INGC).

Estas instituições, pela sua natureza, lidam com os órgãos de informação, seus parceiros naturais, para a divulgação da ocorrência de desastres naturais, como o que se abateu sobre Massingir, semana passada. Entretanto, de forma estranha, o INGC, ao nível da província de Gaza, ficou “impávido e sereno”, não convocando sequer a Imprensa para dar a conhecer o sucedido, sabendo que muitos deles estão sediados na capital provincial de Gaza.

Na sequência da ocorrência de desastres naturais, muita ajuda tem sido necessária para as populações afectadas e para que isso aconteça, os órgãos de informação jogam papel bastante importante, para dar a real dimensão do acontecimento e, por via disso, a contribuição na mobilização de respectivos apoios. Entretanto, a delegação do INGC não se dignou em accionar esta parceria. O nosso amigo Manuel Maxlhaieie, delegado do INGC, aqui em Gaza, mesmo tendo consciência de estarmos num período chuvoso e propenso à ocorrência de cheias e inundações, nesta província reconhecidamente vulnerável, não colaborou.

Podem até estar em curso acções de apoios às famílias afectadas, mas acredito que se o assunto tivesse sido publicitado à medida da sua gravidade (estamos a falar de cerca de 600 casas destruídas!) a ajuda também seria à mesma medida.  

Em momentos de crises, nem sempre conseguimos resolver os assuntos com a devida razoabilidade, porque a razão, às vezes é superada pela emoção. E talvez as autoridades gestoras de calamidades naturais tenham sido tomadas por este efeito, adiantando, por isso, a minha compreensão da eventual distracção de Maxlhaieie e seus homens, mas fica a sugestão de nunca ignorar a parceria natural que nos liga à instituição que dirige. É que só assim se joga limpo(po), caro delegado.

César Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction