Director: Lázaro Manhiça

De vez em quando: Hello my baby! - Alfredo Macaringue

 

PARA já foi uma surpresa muito agradável. Coisa bonita de se ver e ouvir. Numa altura em que precisamos, mais do que nunca, de muito humor para amenizar a situação que nos aflige a todos, que é a Covid-19. É neste momento que é chamada a nossa capacidade de rir e, se não conseguirmos fazer isso por iniciativa própria, então temos de demandar alguém que nos provoque esse riso que nos faz muita falta para não morrermos antes de chegar a nossa hora.

Desta vez eu ri-me a valer, quando assistia a um vídeo enviado ao meu whatsApp, em que aparecem dois indivíduos aparentemente “tocados” pelo efeito do álcool a cantar “Hello my baby”, dos Ladysmith Black Mambazo. Diga-se de passagem, muito bem inspirados! Eles exibem-se abraçados um ao outro, mostrando-nos que outra terapia importante é agirmos em grupo. Cantam muito bem, sinónimo de que antes de o fazerem, ouviram várias vezes aquele tema emblemático, entoado também por Oliver Mtukudzi, na companhia do grupo sul-africano.

O que me faz rir neste vídeo não é a música em si, porque ela é bem interpretada por duas figuras que me parecem amigas. É o aspecto andrajoso dos intérpretes, o seu estilo cambaleante, com muita alegria à mistura, e sobretudo o domínio do que estão a fazer. De resto, quanto à música, está tudo muito bem afinado, com uma actuação ainda mais cativante por estar a ser feita em ambiente de consumo de “xipawana” (bebida tradicional).

Mas também senti um pouco de dor ao ver aqueles dois irmãos naquelas condições, “viajando” com “Hello my baby”. Eles estão visivelmente numa condição de frustração, sem nada na vida, depois de terem perdido se calhar quase tudo. E, sem nada para comer em casa, nem lugar condigno para dormir, eles entregam-se à falsa alegria proporcionada pelas bebedeiras diárias. Para depois, já no pico, “voarem” com uma musiquinha que lhes faz bem ao coração. E nada melhor que “Hello my baby”!

Há muitos companheiros nossos espalhados pelos subúrbios da nossa cidade, naquelas condições degradantes. Sem rumo. Sem nada para comer. E é aí onde eu penso um pouco que o riso deixa de fazer sentido. Mas é preciso continuarmos a rir para ver se aliviamos as nossas dores, porque a dor destes dois amigos que cantam categoricamente “Hello my baby”, para disfarçarem o sofrimento, é nossa dor também.

A luta continua!

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction