Director: Lázaro Manhiça

DE VEZ EM QUANDO: Um forte abraço ao Luís Siquice (Alfredo Macaringue)

 

EU nunca fui um fervoroso acompanhante dos desenvolvimentos desportivos, em particular o futebol, que tem levado multidões à loucura. Tenho muitas memórias, mas coleccionadas ao acaso nas conversas que sempre tive com os meus amigos. Quase todos eles entendidos na matéria e assim acabo também tendo alguma informação que me capacita a discutir qualquer coisa. Houve tempos que ia aos campos para ver as estrelas da minha era. Ia mais por emoção da juventude, mas iae, no fim, ganhei certa legitimidade para falar sobre o assunto.

São esses momentos da minha vida que ainda me orientam, porque os jogadores que evoluem hoje no nosso campeonato, muitos deles não os conheço. Contrariamente aos de outrora, que eram conhecidos por todos, de cor e salteado, mesmo por aqueles que não tinham nada a ver com o futebol. Os seus nomes eram tão sonantes que não era possível não conhecê-los.

Na senda do facebook, acabei dando com um “post” de Luís Siquice, o “artilheiro” do Costa do Sol, queixando-se de dores na perna, o que é resultado dos ossos do ofício. Lembro-me que foi obrigado a deixar o futebol em consequência de uma grave lesão contraída numa das pernas em pleno jogo.

Acompanhei as  reacções inúmeras dos admiradores de Luís, e quase todas elas eram no sentido de lhedesejar rápidas melhoras, sem deixar, porém, de felicitá-lo por tudo o que fez. Muitos deles descreviam momentos históricos de quando o craque evoluía nos campos, lembrando outras estrelas que jogavam ao lado dele, como é o caso do seu irmão mais novo, o Ramos. Isso significa muita coisa. Um reconhecimento a uma figura que o tempo nega em apagar.

Luís Siquice faz lembrar um tempo em que as pessoas iam ao Estádio da Machava a pé, ou ao campo do Costa do Sol, caminhando em grupos na estrada. Iam e voltavam, sem se importar porque tinham a certeza de que iam assistir a um bom jogo de futebol, com remates de empenar os postes e tudo. Luís fez-me lembrar, quando o vi nofacebook, o delírio dos “sócios da federação”, que tinham uma zona reservada nas bancadas. Cabia aos miúdos a maior fatia da claque, então o homem que aparece aqui no “post” era um dos responsáveis de toda aquela festa.

Li todas as reacções que eram dirigidas ao craque, com muito carinho e respeito por um homem humilde, mas perigoso quando estivesse com a bola nos pés. E assim eu também não resisti, escrevi qualquer coisa como, um forte abraço campeão!

A luta continua!

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction