NO dia 15 de Outubro vamos todos escolher Filipe Nyusi para ser o novo Presidente da República e vamos escolher também os candidatos da Frelimo à Assembleia da República e para as assembleias provinciais.

Esta foi a principal mensagem deixada pelo Presidente da Frelimo, Armando Guebuza, quando procedia ontem, na cidade de Nampula, ao lançamento oficial da campanha eleitoral da sua formação politica, com vista às eleições presidenciais, legislativas e das assembleias provinciais marcadas para 15 de Outubro.

Armando Guebuza não só apelou ao voto de Nyusi e da Frelimo como também fez uma simulação de como essa eleição deve ser feita.

“Para as presidenciais o candidato da Frelimo está no meio. E para a Assembleia da República e para as assembleias provinciais a Frelimo está em terceiro lugar”, explicou, salientando que faça sol ou chuva, haja tempestade ou não, todos os cidadãos em idade eleitoral devem ir votar.

O Presidente Armando Guebuza afirmou que o período que se inicia, o da campanha eleitoral, é reservado à comunicação de uns com os outros sobre o que se pretende seja Moçambique futuramente. Disse que a Frelimo e o seu candidato querem um Moçambique em paz, unido do Rovuma ao Maputo e do Zumbo ao Índico. Explicou ainda que Moçambique é um país de todos os 23 milhões de habitantes, não havendo quem é mais dono da terra que o outro.

“Esta terra é nossa. As escolas que construímos são nossas. As estradas são nossas. A energia que chega às nossas casas é nossa. Os hospitais, as universidades, são para os moçambicanos. Por isso vamos todos trabalhar para acabar com a pobreza e criarmos o bem-estar”, sublinhou.

Armando Guebuza lançou a campanha da Frelimo em Nampula num “showmício” abrilhantado por vários artistas de renome no panorama musical, tais como Ziqo, Júlia Duarte, entre outros. Antes Guebuza participou numa cerimónia tradicional, vulgo “kuphaxla”, em que se fizeram preces a favor da candidatura da Frelimo e do seu aspirante presidencial.

Armando Guebuza aproveitou a ocasião para apresentar publicamente o candidato da Frelimo, que se fazia acompanhar de sua esposa, Isaura Nyusi, esta que, segundo salientou, é a futura mamã de Moçambique, seguindo a sua esposa, Maria da Luz Guebuza.

A chuva miúda que caia intermitentemente foi quiçá um catalisador para que as cerca de 45 mil almas presentes ao local do comício, ao lado do Pavilhão dos Desportos, ali permanecessem atentas ao discurso de Armando Guebuza e também ao manifesto da Frelimo e do seu candidato que seria apresentado um pouco mais tarde pelo respectivo candidato presidencial.

 

O COMPROMISSO É COM O POVO         

O CANDIDATO presidencial da Frelimo, Filipe Nyusi, assumiu ontem que o seu compromisso reside no povo e que a sua missão só terminará depois de respondida parte das preocupações deste.

Falando em Nampula num “showmício” que assinalou a abertura oficial da campanha eleitoral da Frelimo, o aspirante à Ponta Vermelha disse ter urgência de assumir o cargo de Presidente da República e pediu ao eleitorado moçambicano para viabilizar tal facto afluindo às urnas no próximo dia 15 de Outubro.

“A Frelimo e o seu candidato apresentam hoje ao país o seu programa de mudanças. Esta é a esperança de todos os moçambicanos. Este programa será realizado com a vossa participação e a vossa confiança em tais mudanças. Temos que assegurar com este programa o crescimento de Moçambique”, vincou Filipe Nyusi.

O aspirante à Ponta Vermelha indicou que nos últimos seis meses percorreu o país inteiro em busca de conselhos e de soluções visando o bem-estar dos moçambicanos. Preparou-se para a construção da sua visão sobre o que se pretende seja Moçambique com a sua governação e concluiu que a solução de todos os problemas deste país reside no povo. Salientou ter desenhado um programa de verdade, com realismo, alegando que a um povo não se engana e não se promete o impossível.

“O meu compromisso é com o crescimento económico sustentável e busca de melhores oportunidades de emprego para todos e também a garantia da distribuição da riqueza”, frisou o candidato, acrescentando que esta é uma missão que terminara somente com o emprego e habitação condigna para todos os jovens, melhor acesso à água potável e saneamento do meio, transporte público eficaz e uma resposta às necessidades da saúde, justiça social e equidade.

Definiu a agricultura como um dos sectores prioritários da sua governação, isto sem menosprezar as recentes descobertas de recursos naturais que, aliás, abrem oportunidades para o crescimento de Moçambique.

Todavia, segundo disse, estes recursos podem ter carácter limitado conquanto podem não gerar oportunidades de emprego directo. Afirmou que o povo não come gás nem petróleo, nem o carvão mineral, mas precisa de se alimentar e para tal privilegiara a agricultura mecanizada.

Filipe Nyusi disse que neste novo ciclo e durante os próximos 45 dias irá apresentar e aprofundar cada um dos temas do seu compromisso, mostrando as prioridades, as acções concretas e o rumo a seguir com o seu compromisso realista e credível.

“Encaro este grande desafio com muita seriedade e uma enorme responsabilidade. Estou confiante que juntos vamos vencer”, afirmou Filipe Nyusi, que se fazia acompanhar de sua esposa, Isaura Nyusi, e de altas individualidades na esfera política, com destaque para Filipe Paúnde, membro da Comissão Política da Frelimo e chefe da brigada central afecta a Nampula, Cadmiel Muthemba, também membro da Comissão Política e director do gabinete do candidato, entre outras.

Nyusi prossegue a sua campanha de caça ao voto na província de Nampula escalando os distritos de Lalaua, Ribáuè e Malema.

SALOMÃOMUIAMBO

 

VAMOS GANHAR AS ELEIÇÕES

O SECRETÁRIO-GERAL da Frelimo, Eliseu Machava, reiterou ontem que o partido no poder e o seu candidato presidencial Filipe Jacinto Nyusi vão ganhar as eleições de 15 de Outubro. Eliseu Machava falava em “showmício” que serviu para o lançamento da campanha eleitoral na cidade de Maputo, numa cerimónia realizada no Bairro do Aeroporto “B”.

Segundo afirmou, essa certeza fundamenta-se no facto de a Frelimo ser um partido organizado, responsável, de realizações e que sabe que a união faz a força, sempre inspirando-se no povo. Eliseu Machava disse que alguns sectores hostis tentaram, vezes sem conta, remover a Frelimo do poder, mas porque ela possui uma agenda que se relaciona com o desejo do povo e trabalha directamente com as populações não lograram os seus intentos.

“A Frelimo é aquele partido que tem uma agenda clara, que faz um trabalho visível”, indicou, acrescentando que quando o seu Governo fala das suas realizações mostra essas mesmas realizações no terreno.

No rol das realizações Eliseu Machava destacou, entre outras, a construção de mais estradas, escolas, hospitais, fontes de abastecimento de água, bem como a abertura de estabelecimentos de Ensino Superior em todo o país, fornecimento de energia eléctrica a partir da Hidroeléctrica de Cahora Bassa a 121 dos 128 distritos do país e extensão da rede de telefonia móvel.

Disse que no dia 15 de Outubro os moçambicanos irão escolher o candidato presidencial que sabem que irá promover o desenvolvimento e que já provou que ama o seu povo, Filipe Jacinto Nyusi. Um candidato responsável, comprometido com o desejo da maioria e que trabalha para que os seus projectos sejam exequíveis de modo a resolver os problemas.

“O nosso candidato não é inventado. Ele é um produto da Frelimo. É humilde, gosta de trabalhar e pensa no desenvolvimento”, disse o secretário-geral da Frelimo, garantindo que o candidato da Frelimo, Filipe Jacinto Nysui, vai continuar com os mesmos ideais de Eduardo Mondlane, Samora Machel, Joaquim Chissano e Armando Guebuza.

Segundo afirmou, o programa de governação a ser seguido pelo candidato presidencial do Partido Frelimo será de continuidade.

Apelou para que os membros e simpatizantes do Partido Frelimo pautem por um comportamento exemplar durante a campanha, abstendo-se de provocações e rixas com outros concorrentes.

“Queremos falar do nosso manifesto, falar daquilo que a Frelimo na sua governação irá fazer”, disse, recordando que o manifesto do partido e do seu candidato presidencial são resultado da consulta popular.

 

NYUSI É OPERÁRIO DA PAZ                      

O MEMBRO da Comissão Política da Frelimo, Alberto Chipande, disse ontem na abertura da campanha eleitoral na província de Sofala que o candidato presidencial do seu partido, Filipe Jacinto Nyusi, é um operário da paz e, por isso, transformar-se-á num operário vencedor.

Falando no bairro de Chingussura, onde decorreu o acto central da campanha da Frelimo em Sofala, Chipande enalteceu as qualidades do candidato da Frelimo, afirmando que desde os primórdios da luta de libertação nacional Filipe Nyusi foi sempre um homem dedicado à causa do povo e da democracia.

“A Direcção do partido Frelimo é pela renovação na continuidade. Por isso Nyusi é um jovem com mérito. A Frelimo também tem mérito. Uniu o povo moçambicano para uma luta que libertou o país”, acrescentou aquele veterano de luta de libertação nacional.

Disse que as eleições de Outubro significam para a Frelimo mais acção em prol do desenvolvimento do país.

Significarão também, segundo Chipande, que a Frelimo está a proceder à transição dos feitos do passado para uma geração nova.

“Filipe Nyusi vai marcar a transição da Frelimo para uma nova era. Ou seja, a Frelimo está a deixar a história nas mãos dos mais novos, da nova geração, e o nosso candidato, Filipe Nyusi, é do grupo das pessoas mais certas”, referiu Alberto Chipande.

Chipande voltou a apelar aos seus camaradas para que durante a campanha eleitoral se orientem pelo civismo, abstendo-se de actos de desordem, mesmo que sejam provocados.

Para ele, a campanha é um momento de festa, de alegria e de demonstração da cidadania, pelo que todos devem estar unidos por uma mesma causa, a unidade nacional, a consolidação da paz e da democracia.

ANTÓNIO JANEIRO

 

MELHORAR SEMPRE A VIDA DO POVO

A MEMBRO da Comissão Política da Frelimo Margarida Talapa assegurou ontem à população de Tete que caso vença as eleições de 15 de Outubro o seu partido vai continuar a dar maior prioridade aos programas de combate à pobreza, melhorando cada vez mais as condições de vida das pessoas.

Talapa, que falava no bairro Sansão Muthemba, arredores da cidade de Tete, a milhares de pessoas reunidas num comício eleitoral, acrescentou que desde a sua fundação, na década de 1960, foi sempre preocupação da Frelimo e do seu Governo, desde 1975, trabalhar para o bem-estar dos moçambicanos através de programas concretos de desenvolvimento equilibrado do país.

“Tivemos grandes realizações nestes anos da nossa governação e recentemente introduzimos o Fundo de Desenvolvimento Distrital (vulgo sete milhões de meticais) como forma de mostrar com exemplos concretos a nossa capacidade de ultrapassar as dificuldades que ainda afectam o nosso povo”, disse Talapa.

Durante a sua intervenção aquela membro sénior da Frelimo apontou a construção e o melhoramento de infra-estruturas, incluindo as vias de comunicação, entre elas as estradas e pontes, as redes de telefonia móvel, as fontes de abastecimento de água, a expansão dos serviços de saúde e de educação e da rede nacional de distribuição de energia eléctrica, entre outras.

Margarida Talapa apelou à população para participar activamente na campanha eleitoral e na votação com um alto grau de civismo, ordem e tranquilidade, evitando sempre confrontos entre membros de partidos rivais, para que os 45 dias de campanha sejam de uma verdadeira festa.

Na província de Tete a campanha eleitoral da Frelimo arrancou ontem sem sobressaltos e dentro de excelentes condições logísticas, uma vez que as sedes dos comités distritais foram tempestivamente apetrechadas e reforçadas por brigadas provinciais do partido no poder.

“Estamos bem organizados e temos grupos de choque que estão a monitorar o decurso da campanha em toda a província para desbloquear todo o tipo de problemas que por ventura possa surgir ao longo do processo», referiu Margarida Talapa.

BERNARDO CARLOS

 

VOTO CONSCIENTE

O CHEFE da brigada central da Frelimo para assistência à província da Zambézia, José Pacheco, apelou ontem a todos os cidadãos inscritos nos cadernos eleitorais a votarem no Partido Frelimo e no seu candidato presidencial Filipe Jacinto Nyusi nas eleições de 15 de Outubro, como garantia para que o país continue a prosseguir na rota do desenvolvimento e crie mais oportunidades de emprego e bem-estar social e económico.

José Pacheco, que falava no campo de futebol da Sagrada Família, no município de Quelimane, no lançamento da campanha eleitoral, afirmou que votar na Frelimo e no seu candidato Filipe Jacinto Nyusi é garantir a construção de mais infra-estruturas sociais e económicas de suporte ao desenvolvimento, mais emprego e exploração de recursos naturais.

Disse que Filipe Jacinto Nyusi é um homem de paz e comprometido com agenda do desenvolvimento. Pacheco falou igualmente das qualidades humanas e técnico-profissionais do candidato da Frelimo

Afirmou que Filipe Nyusi é um homem de carácter e dialogante. Assim, caso vença as eleições, segundo José Pacheco, o candidato da Frelimo vai implantar uma administração pública voltada para o cidadão.

A campanha eleitoral da Frelimo começou com desfile de viaturas alegóricas que percorreu algumas artérias da cidade de Quelimane, indo desaguar no campo da Sagrada Família. Com cânticos e danças, os membros e simpatizantes da Frelimo fizeram a sua festa no primeiro dia da campanha eleitoral.

Entretanto, na cidade de Mocuba a Frelimo mobilizou jovens para saírem à rua para colar panfletos e divulgarem a imagem do candidato da Frelimo. O membro do Comité Provincial da Frelimo, Pedro Vírgula, pediu, em dois comícios, votos para o partido e seu candidato presidencial.

Para Pedro Vírgula, votar noutros partidos significa adiar o desenvolvimento do país. Num encontro com jovens, afirmou que o candidato da Frelimo tem boas propostas para a juventude na área de emprego e formação profissional.

JOCAS ACHAR

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction