A CAMPANHA de educação cívica na cidade de Maputo entrou para a fase de massificação. No sábado, os órgãos eleitorais realizaram um “workshop”com objectivo de exortar os cidadãos eleitores a afluíremem massa às assembleias de voto no dia 15 de Outubro.

O evento, que contou com a presença do presidente do Conselho Municipal de Maputo, Eneas Comiche, foi antecedido de uma marcha pelas artérias da cidade,com agentes de educação cívica eleitoral a difundirema mensagensde consciencialização dos cidadãos para exercerem o seu direito de voto.

De acordo com Ana Chemane, presidente da Comissão Provincial de Eleições (CPE) da Cidade de Maputo, é missão dos agentes de educação cívica e dos órgãos eleitorais educar e persuadir os cidadãos para que no dia 15 de Outubro afluam em massa às urnas para votar.

“Nós queremos que todos os 700 545 inscritos na cidade de Maputo se dirijam às urnas no dia 15 de Outubro. O nosso propósito é ter zero abstenções”, disse.

Segundo afirmou, a principal mensagem difundida aos eleitores é de que votar é um direito cívico e um dever de cidadania. Ana Chemane assegurou que os órgãos eleitorais na cidade de Maputo estão preparados para realizar as eleições de 15 de Outubro sem sobressaltos.

Para a fase davotação, o STAE da cidade de Maputo já está com a máquina afinada para que tudo decorra dentro da normalidade e no espírito de cidadania, justiça e transparência.

A presidente da Comissão Provincial de Eleições da Cidade de Maputo lembrou que no dia 15 de Outubro os cidadãos eleitores deverão dirigir-se às assembleias de voto logo nas primeiras horas, levando consigo os documentos exigidos para o efeito.

“Votam os cidadãos que se tenham recenseado em 2018 e 2019. Os cidadãos devem levar consigo o cartão de eleitor ou um dos seus documentos que tenha fotografia, exceptuando os documentos dos partidos políticos. Se o cidadão tiver perdido o seu cartão de eleitor, não se deve sentir limitado”, disse, explicando que depois de exercer o seu direito o cidadão deverá aguardar a divulgação dos resultados preliminares em casa.

Por seu turno, o presidente do Conselho Municipal de Maputo, Eneias Comiche, que esteve presente no evento, enalteceu o trabalho desenvolvido pelos órgãos eleitorais na consciencialização dos cidadãos sobre o direito de voto.

Comiche referiu que o Acordo de Paz e Reconciliação é o garante da realização das eleições num ambiente de paz e concórdia.

“O período eleitoral deve ser momento de festa e símbolo de união entre os moçambicanos, daí que no dia 15 de Outubro todos os munícipes da cidade de Maputo devem afluir em massa às urnas, num ambiente ordeiro e tranquilo”, apelou o autarca.

Para as eleições de 15 de Outubro, a cidade de Maputo prevê a criação de 982 mesas de assembleias de voto nos sete distritos municipais, sendo KaMavota o que maior número terá.

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction