Director: Júlio Manjate

A governadora de Manica, Francisca Tomás, apelou, recentemente, à Renamo a cumprir o acordo de paz e reconciliação assinado entre o Presidente Nyusi e a liderança daquele partido, afirmando que os moçambicanos  estão cansados da violência e da destruição de seus bens e não merecem viver eternamente sob o espectro de guerra.

“Os moçambicanos não podem viver eternamente debaixo da violência. Não podem ser expostos a guerras sucessivas. A Renamo deve se reencontrar e deixar de constituir ameaça eterna à paz, segurança e tranquilidade da população” - disse.

De acordo com a governadora, a guerra impede o trabalho, retrocede o desenvolvimento, compromete os esforços pela produção e inviabiliza a livre circulação de pessoas e bens, pelo que deve ser evitada por qualquer moçambicano".

Acrescentou ser imperioso que a Renamo abandone definitivamente o recurso à força na resolução de conflitos e desista de matar inocentes em nome das suas contradições internas.

A governadora de Manica reagia assim à mensagem da população de Save, distrito de Machaze, que, entre outras preocupações, repudiou os ataques armados que continuam a ser perpetrados contra civis inocentes nas províncias de Manica e  Sofala, bem como os insurgentes que estão a semear luto e destruição no norte da província de Cabo Delgado.

Falando  no comício que orientou na Vila de Chidoco, sede do posto administrativo de Save, a governadora de Manica disse que o combate aos insurgentes em Cabo Delgado e o fim dos ataques em Manica e Sofala constam das prioridades da agenda de governação do presidente Filipe Nyusi, que tudo está a fazer para restabelecer a paz efectiva no país".

No entanto, pediu vigilância de todos os moçambicanos e da população de Manica, em especial, denunciando os atacantes que, na sua óptica, são nossos filhos, nossos parentes e vivem nas nossas comunidades, de onde saem para matar inocentes e destruir bens da população".

Sobre os insurgentes em Cabo Delgado, a governadora de Manica  afirmou serem um grupo ainda sem rosto, movido pela inveja do futuro próspero que o país augura, em resultado da descoberta de recursos naturais, sobretudo os hidrocarbonetos de Cabo Delgado".

Na busca de soluções para o problema, a governadora de Manica disse que o Chefe do Estado reuniu-se, recentemente, em Pemba, com pessoas influentes daquela região, a quem pediu conselhos visando pôr fim aos ataques no norte do país.

Além dos ataques armados, a população de Save pediu emprego, a electrificação da sede do posto administrativo, a construção de pontes sobre os rios Surue, Sambassoca e Save, garantindo a ligação  entre Machaze  e o distrito de Massangena, na província de Gaza, bem como a reabilitação das estradas Chitibe/Save/Sambassoca.

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction