Director: Lázaro Manhiça

Cerca de duzentos e cinquenta antigos guerrilheiros da Renamo serão desmobilizados, esta quarta-feira, no posto administrativo de Muxúnguè, distrito de Chibabava, em Sofala.

 O acto enquadra-se no processo de Desarmamento, Desmobilização e Reintegração (DDR) dos homens residuais da Renamo, em curso no país e que vai abranger mais de cinco mil ex-guerrilheiros desta formação politica.

A Secretária de Estado da província de Sofala, Stela Pinto Novo Zeca, garantiu que estão criadas as condições para a desmilitarização do grupo.

“Queremos chamar a atenção para o processo de apoio nas comunidades no processo de reintegração. Estes cidadãos estiveram deslocados das suas famílias, fora deste convívio normal e natural. O Governo também está a pensar em vários programas em que esses cidadãos se possam ocupar, actividades económicas, mas é muito importante que a aceitação destes indivíduos na comunidade seja por todos, para que rapidamente eles possam se reinserir nelas e contribuírem para o desenvolvimento local, da província e do país”, disse, segundo a RM.

No início deste mês, trinta e oito elementos da Renamo entregaram as armas no posto administrativo de Savane, distrito de Dondo, num acto testemunhado pelo Presidente da República, Filipe Nyusi, e o presidente da Renamo, Ossufo Momade.

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction