Imprimir
Categoria: Política
Visualizações: 878

O GOVERNO pretende dinamizar a educação técnico-profissional para satisfazer as necessidades de mão-de-obra qualificada demandada pelo sector produtivo no país. A decisão do “Executivo” acontece num contexto em que o sector enfrenta vários desafios  ligados à gestão, acesso e à qualidade do ensino. A pretensão de alavancar o ensino técnico-profissional foi anunciada ontem, em Maputo, pelo Presidente da República, Filipe Nyusi, na cerimónia de tomada de posse de Manuel Gonçalves, para o cargo de vice-Ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação; Agostinho  Júnior, como Secretário de Estado do Ensino Técnico-Profissional; e Ivete Uqueio, como Chefe do Protocolo do Estado. Leia mais