Director: Júlio Manjate

hostgator domain coupon

Politica

O Centro de Informação para a Cooperação Sul-Sul, lançado em Maio passado no quadro das transformações no seio do Grupo África, Caraíbas ...

Terça, 10 Dezembro 2019
Leia +

Nacional

A esperança média de vida em Moçambique cresceu em pouco mais de um ano, em relação a 2018, ultrapassando os 60 anos, segundo o relatório de Desenvolvimento ...

Terça, 10 Dezembro 2019
Leia +

Desporto

O Presidente do Conselho Municipal da Cidade do Maputo, Eneas Comiche, recebe na tarde de hoje, o campeão nacional de futebol, Moçambola edição 2019, o Costa do Sol, ...

Terça, 10 Dezembro 2019
Leia +

Maputo

As direcções  do  Mar, Águas Interiores e Pescas da cidade e província do Maputo realizam hoje, na cidade da Matola, uma consulta pública, sobre o ...

Terça, 10 Dezembro 2019
Leia +
Pub
SN

Economia

A petrolífera italiana ENI acaba de seleccionar um total de 19 jovens moçambicanos para estágio no projecto da Fábrica Flutuante de Gás Natural Liquefeito na ...

Terça, 10 Dezembro 2019
Leia +

Tecnologias

A tempestade tropical severa “Belna” atingiu, por volta das 8.00 horas locais de ontem, o nível de ciclone tropical, com ventos ciclónicos a alcançarem os 130 ...

Segunda, 09 Dezembro 2019
Leia +

O GOVERNO central ainda não decidiu se o traçado da linha férrea Tete–Zambézia para o escoamento do carvão mineral a partir de Moatize irá para Macuse ou Supinho, onde se espera que seja construído um porto de águas profundas.

Neste momento, decorre um estudo de impacto económico e ambiental que poderá ser concluído em Novembro deste ano, podendo ajudar o executivo a validar a melhor proposta sobre onde irá, exactamente, ser construído aquele complexo portuário.

Inicialmente, o projecto de construção da linha, avaliada em mais de 500 milhões de dólares norte-americanos, indicava o trajecto Moatize–Macuse. Neste momento há duas possibilidades, nomeadamente o projecto Moatize–Supinho, no distrito de Namacurra, ou Moatize–Supinho, no distrito de Quelimane, mas tudo está dependente do referido estudo de viabilidade económica e ambiental em curso.

Entretanto, o Presidente do Conselho de Administração do Corredor do Desenvolvimento da Zambézia (CODIZA), Abdul Carimo, disse à imprensa, em Quelimane, que nada ainda está definido, mas circunstâncias geológicas poderão ditar tudo, nomeadamente os rios, pântanos, reassentamento da população e o tipo de terreno.

“O porto poderá ser construído aonde o estudo indicar mas, por parte do CODIZA, o nosso desejo era de que a infra-estrutura fosse construída mais próximo da cidade de Quelimane”, disse Abdul Carimo acrescentando que, mesmo que a linha férrea seja direccionada para Supinho, não significará o desaparecimento da ideia do relançamento das actividades no porto de Macuse pelo facto de a concessão, ora em discussão, ser fundamentalmente para o carvão mineral, mas isso não significa que não pode haver outro tipo de carga como, por exemplo, de cereais, açúcar, contentores, combustível, entre outros terminais.

“Neste caso, pode haver terminais que poderão ficar em Macuse, outros no Supinho, mas como disse, tudo depende do estudo, cujos resultados serão conhecidos antes do final do ano”, disse ainda Abdul Carimo.

A construção do porto de águas profundas de Macuse está alimentar muito debate, não só na província da Zambézia, como também noutros pontos do país. É que, devido ao facto de ter sido inicialmente projectado para Macuse, cidadãos, empresários e políticos de diverso cariz já tinham avançado em comprar terras em Macuse para construir infra-estruturas como casas e pequenas e médias empresas para poderem explorar as oportunidades de negócios, que poderão nascer com a implantação do referido empreendimento sócio-económico na região.

A cidade de Quelimane acolheu, há dias, uma reunião para discutir as oportunidades que poderão advir com a construção da linha férrea e do porto de Macuse.

NELSON MÁXIMO

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction