Opinião

Politica

A PRIMEIRA-DAMA, Isaura Nyusi, apela às empresas russas que já operam na indústria extractiva em Moçambique a ajudar o país na aquisição de ...

sábado, 24 agosto 2019
Leia +

Nacional

O Governogarante estar a trabalhar no sentido de, rapidamente, pagar as dívidas para com os professores referentes a horas extras e segundas turmas. A promessa foi feita esta semana pelo ...

sábado, 24 agosto 2019
Leia +

Desporto

COSTA do Sol e Liga Desportiva de Maputo defrontam-se amanhã, às 15:00 horas, no campo dos “canarinhos”, com objectivos distintos. Enquanto a turma “canarinha” ...

sábado, 24 agosto 2019
Leia +

Beira

A NOVA forma de venda de roupa usada, vulgo “pega e leva”, que há algum tempo tem sido prática na cidade da Beira, tornou-se uma grande ...

sábado, 24 agosto 2019
Leia +
Pub
SN

Economia

O Banco norte-americano de Exportações e Importações (EXIM) vai propor ao Congresso dos Estados Unidos a disponibilização de 4,5 mil milhões de euros ...

sábado, 24 agosto 2019
Read more

Tecnologias

A FALTA de infra-estruturas e equipamento adequados são alguns dos principais desafios enfrentados pelo Instituto de Formação de Administração de Terras e ...

sábado, 24 agosto 2019
Leia +

Dezassete alunas do curso diurno da Escola Industrial e Comercial de Pemba desistiram das aulas durante o primeiro semestre do presente ano lectivo por causa de gravidez precoce e indesejável.

Dados das estruturas do sector revelam que aquele número é um recorde no mesmo período desde a abertura daquele estabelecimento de formação técnico-profissional nos princípios da década de 70.

Trata-se de 11 alunas do nível médio dos cursos de Contabilidade e Turismo, e seis básicas das especialidades de Electricidade e Serrilharia que, ao longo do primeiro semestre do presente ano lectivo, conceberam.

A direcção daquele estabelecimento do ensino técnico-profissional diz estar preocupada com a situação. Júlio Madidi, director da escola, fez saber que das 17 alunas grávidas, nenhum caso envolve professores que leccionam naquela escola.

De acordo com o nosso interlocutor, o caso mais gritante é de uma aluna que foi engravidada por um colega seu de turma. Explicou que já notificaram os pais e encarregados de educação que, igualmente, se mostraram apreensivos face à situação. Madidi disse que, curiosamente, as grávidas têm entre sete e oito meses, o que, na sua opinião, significa que as estudantes conceberam logo no início das aulas em Janeiro passado.

“Temos um caso que consideramos como sendo o mais gritante, em que na mesma turma do nível médio de Contabilidade dois alunos engravidaram-se. Portanto, o rapaz e a menina estudam na mesma turma. É curioso também sabermos que todas as 17 grávidas têm entre sete e oito meses, o que quer dizer que as meninas conceberam logo que iniciaram as aulas em Janeiro deste ano e vão dar parto antes do fim do ano lectivo tendo em conta que o normal do ciclo de uma grávida é de nove meses” – disse.

Para reverter o cenário, o director da Escola Industrial e Comercial de Pemba disse que a direcção do seu estabelecimento de ensino está a promover palestras de sensibilização às alunas para evitarem gravidezes precoces. “Temos uma professora nova em termos de idade e que fez o Ensino Superior e não tem filhos ainda. Confiamos-lhe a tarefa de dizer às alunas para se absterem de fazer relações sexuais desprotegidas. Devem usar camisinha para evitarem também doenças venéreas, incluindo o HIV/SIDA”, disse.

A Escola Industrial e Comercial de Pemba matriculou, no presente ano lectivo, 1106 alunos, dos quais 516 do nível básico e 590 do médio. Deste número, foram matriculadas 288 raparigas no nível básico e 175 no médio.

ZÉ CAMPOS

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction