Director: Júlio Manjate

Pub

Politica

A Assembleia da República ratificou, há momentos, o decreto Presidencial que prorroga pela segunda vez o estado de emergência por calamidade de saúde pública, em ...

Sexta, 29 Maio 2020
Leia +

Nacional

Celebra-se hoje, 31 de Maio, o Dia Mundial sem Tabaco, um evento que destaca os perigos do tabagismo e da exposição ao fumo do tabaco e que promove a adopção de ...

Domingo, 31 Maio 2020
Leia +

Beira

ARRANCOU ontem o processo de  inscrição das 63.687  famílias vulneráveis residentes na cidade da Beira para beneficiar, por um período de seis meses, de ...

Quarta, 27 Maio 2020
Leia +

Maputo

O CORPO de uma funcionária do Hospital Central de Maputo (HCM), que em vida respondia pelo nome de Lúcia Mathe, de 35 anos de idade, foi hoje descoberto na localidade de Beluluane, distrito de Boane, ...

Domingo, 31 Maio 2020
Leia +

Economia

O MINISTRO da Economia e Finanças, Adriano Maleiane, desafia os funcionários da Autoridade Tributária de Moçambique (AT) a envidarem esforços para reduzir a ...

Domingo, 31 Maio 2020
Leia +

Tecnologias

AREVISTA Científica da Universidade Eduardo Mondlane (UEM)está a preparar uma edição especial sobre a Covid-19 para divulgar e partilhar resultados de pesquisas e relatos ...

Domingo, 31 Maio 2020
Leia +

UMA exposição com 15 trabalhos recentes e inéditos do artista moçambicano Roberto Chichorro será inaugurada no dia 19 do próximo mês, Setembro, no Movimento Arte Contemporânea (MAC) em Lisboa, República Portuguesa.

O anúncio da exposição foi pelo director-coordenador do MAC, Álvaro Lobato de Faria, falando à Lusa, tendo indicado que a exposição, intitulada “Concerto Para Noites de Luar Azul”, vai apresentar sobretudo obras de pintura e também desenhos em técnica mista sobre tela.

“Serão aproximadamente 15 trabalhos inéditos, e todos de 2014”, excepto uma obra de grandes dimensões, e um óleo sobre tela de 2013.

A exposição vai ser inaugurada no MAC no dia 19 de Setembro, pelas 18.30 horas, ficando patente até 24 de Outubro.

“Roberto Chichorro situa-nos no exacto lugar entre a pintura e a poesia. A sua africanidade é a sua estética e poética, o seu fundamento, e a sua inspiração longínqua. Revela-nos as memórias da alma num horizonte temporal pressentido, muito além da magia do sonho possível”, refere o director do MAC, num texto sobre o artista.

Nascido em 1941 na então Lourenço Marques, hoje Maputo, capital do país, Roberto Chichorro trabalhou como desenhador de publicidade e de arquitectura e como decorador de pavilhões para feiras internacionais.

Fez cenografias para espectáculos e ilustrou vários livros e, entre 1982 e 1985, foi bolseiro do Governo espanhol, em Madrid, onde trabalhou em cerâmica e zincogravura.

Em 1986 foi bolseiro do Governo português, vivendo em Portugal desde essa data, e dedicando-­se exclusivamente à pintura.

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction