Director: Júlio Manjate

A Texto Editores procede hoje, pelas 17:30 horas, ao lançamento do Dicionário Português-Changana, da autoria de Bento Sitoi, em cerimónia a realizar-se no Camões-Centro Cultural Português, em Maputo.

O Dicionário Português-Changana é resultado das pesquisas de Bento Sitoi nas últimas duas décadas e surge como forma de complementar o projecto iniciado há anos, com o Dicionário Changana-Português, do mesmo autor, publicado em 2011, que contribuiu para o facto de, ao dar aulas de Changana, na Universidade Eduardo Mondlane (UEM), nos anos 80, os estudantes de Sitoi muitas vezes lhe perguntavam o significado de certas palavras.

Então o professor percebeu que tinha de criar um dicionário que satisfizesse a curiosidade dos alunos, trabalhando com poucos colegas e, mais tarde, com a ajuda da UEM, criou uma equipa que pudesse ir ao campo ter com todos que poderiam partilhar um vocabulário para a obra.

Com efeito, segundo a Sapo Notícias, contando igualmente com apoio da Petromoc para o actual dicionário, Sitoi criou uma rede de falantes nativos de changana, em Maputo e Gaza. A equipa teve vários encontros com os falantes nativos para perceber o que eles sabem da língua. Antes de ir ter com as pessoas a equipa colocou formulários, com lista em português.

Ao fim de vários anos sai o dicionário, com 17 500 palavras. Foi necessário muito tempo porque, segundo o professor universitário, os envolvidos não tinham como se dedicar apenas à pesquisa, tinham de dar aulas e corrigir teses.

No Dicionário Português-Changana Bento Sitói garante que fica salvaguardada a componente cultural, porque, por exemplo, ao traduzir a palavra dança aponta algumas nuances que cabem dentro do universo dos changanas.

A equipa que trabalhou para o Dicionário Português-Changana foi constituída por cinco académicos, dos quais um exclusivamente revisor lexicográfico e linguístico: Feliciano Chimbutane.

Publicado o dicionário, Bento Sitoi espera que as pessoas encontrem omissões e o informem, de modo que a segunda edição inclua mais entradas.

Bento Sitoi nasceu a 18 de Maio de 1947. É Mestre em Linguística Africana, desde 1991, pela Universidade de Varsóvia (Polónia). Em 2001, Doutorou-se em Linguística Africana pela Universidade de Leiden (Holanda). É docente e investigador jubilado da UEM, no Departamento de Linguística e Literatura. O seu campo de actuação inclui ensino de lexicografia e tradução, envolvendo línguas bantu. É autor da novela em changana Zabela.

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction