Director: Lázaro Manhiça

OS últimos dias têm sido muito difíceis na luta contra a Covid-19, devido ao aumento do número de mortes, internamentos e casos positivos,  segundo considera a directora nacional adjunta de Saúde Pública, Benigna Matsinhe.

Só nas primeiras semanas deste ano, o país contabilizou 139 óbitos, 578 internados e 14.139 infecções, levando as autoridades sanitárias a desdobrarem-se na procura de soluções para melhorar a capacidade de resposta.

Com efeito, subiu para 319 o número de vítimas causadas pela Covid-19, com o registo, nas últimas 24 horas, de 14 mortes nas províncias de Nampula, Gaza, Maputo e cidade de Maputo. Todas as vítimas mortais são de nacionalidade moçambicana, com idades entre 49 e 84 anos, disse Benigna Matsinhe, directora adjunta de Saúde Pública, durante a actualização de dados sobre a pandemia.

No mesmo período, as autoridade sanitárias registaram 363 novos casos positivos, elevando para 32.781 o cumulativo de infectados no país. O número de pacientes internados subiu para 224, com a entrada de 19 doentes sofrendo de complicações respiratórias e outras patologias como a hipertensão e a diabetes.

Para fazer face à subida de casos e demanda de internamento, o Ministério da Saúde está a reforçar o número de camas no centro de internamento do Hospital Central de Maputo e alocar outros 132 leitos em Mavalane.

Segundo Benigna Matsinhe, o aumento de casos positivos de Covid-19 e, consequentemente, de pessoas em isolamento domiciliar exige esforços acrescidos para evitar a transmissão do vírus na família.

É que dos mais de 11.447 casos activos, apenas 224 estão internados nos centros de isolamento, e a implementação rigorosa das medidas de prevenção é a única arma para travar a propagação e evitar o colapso do sistema desaúde.

A fonte acrescentou que o sector da Saúde actualizou as normas sobre o uso de materiais de protecção individual em crianças, passando a ser dispensáveis para menores de cinco anos, adopção da viseira entre os seis e 11 anos.

O director nacional de Inquéritos no Instituto Nacional da Saúde, Sérgio Chicumbe, revelou que já foi concluída a testagem das 100 amostras enviadas aos laboratórios da vizinha África do Sul para detecção de novas variantes.

“Os resultados da testagem realizada na RSA poderão ser divulgados nos próximos dias. A ter que existir uma variante típica de Moçambique, poderá também ser detectada nesta vigilância genómica em curso”, explicou Chicumbe.

Acrescentou que o efeito na cadeia de transmissão, da implementação das medidas restritivas, ocorre duas ou três semanas a posterior, pelo que apenas em Fevereiro poderão ser obtidos resultados das restrições em vigor no país.

Referiu que os órgãos que respondem pela parte preventiva do Ministério da Saúde, sobretudo no rastreio dos contactos de casos positivos, já estavamsobrecarregadosmuito antes da parte curativa registar uma maior pressão.

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction