Director: Lázaro Manhiça

A INSTALAÇÃO de uma central fotovoltaica com a capacidade para gerar 200kW de energia eléctrica, a construção de um pequeno sistema de abastecimento de água potável, bem como a manutenção da estrada para viabilizar o tráfego rodoviário entre a localidade de Unango e a sede do posto administrativo de Matchedje, distrito de Sanga, renovam as esperanças de melhores dias para a população residente naquela parcela do Niassa, com potencial para o desenvolvimento do turismo e agro-processamento.

A nossa Reportagem apurou que a central fotovoltaica em processo de implantação desde o último trimestre do ano passado, com fundos do Governo, terá a capacidade de fornecer energia eléctrica a todas infra-estruturas habitacionais e de diferentes actividades económicas existentes na vila-sede do posto administrativo de Matchedje.

Daimone Hassane, chefe do posto, acrescentou que neste momento decorre a obra de construção do edifício onde será instalado o equipamento da central fotovoltaica que vai receber a corrente eléctrica transformada a partir de raios solares produzidos a partir de 920 painéis. A implantação dos painéis solares está dependente da conclusão das obras da central, neste momento na fase final.

Em funcionamento, a central fotovoltaica vai fornecer energia eléctrica à vila de Matchedje e vizinha localidade de Khenda, distrito de Songuea, na Tanzania, que dista, por estrada, cerca de cinco quilómetros.

Daimone Hassane mostra-se optimista que, com a entrada em funcionamento da nova central,  fica removido o obstáculo ao desenvolvimento da actividade do turismo, que tem potencial para gerar postos de emprego, fundamentais para promover melhorias na qualidade de vida da população.

As instâncias turísticas existentes em Matchedje funcionam a meio gás, devido a escassez de energia eléctrica fiável.

“Os turistas que demandam a vila de Matchedje querem aprofundar o conhecimento sobre o processo da luta armada de libertação nacional conduzida pela Frente de Libertação de Moçambique, mas temos outros que querem simplesmente conhecer o nosso país e a vizinha República da Tanzania. Se tivéssemos aqui mais instâncias turísticas em pleno funcionamento, tenho a certeza que os ganhos seriam maiores”, vaticinou o dirigente, acrescentando que a energia eléctrica fiável é fundamental para dinamizar o desenvolvimento socioeconómico.

Entretanto, decorrem a bom ritmo as obras de construção do novo sistema de abastecimento de água potável em Matchedje, sendo que a fase final em curso contempla a edificação da torre para sustentar os depósitos para a reserva da água. A população de Matchedje terá acesso à água potável a partir de 13 fontanários, mas o projecto contempla ligações domiciliárias, segundo dados em nosso poder.

 A estrada que liga Unango à vila-sede do posto administrativo de Matchedje, com a extensão estimada em 185 quilómetros, beneficia neste momento de obras de manutenção localizadas e as mesmas consistem na abertura de novas valas e limpeza das existentes para drenagem das águas pluviais.

Além das visitas ao local histórico de Matchedje, os turistas escalam igualmente algumas coutadas existentes em Sanga, as quais contam com uma parcela que integra a área de conservação da Reserva Nacional do Niassa com abundância de animais de espécies raras e protegidas por lei, nomeadamente elefantes, mabecos, búfalos, leões, leopardos, entre outros.

(Carlos Tembe)

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction