Director: Lázaro Manhiça

O Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC), na província do  Niassa, necessita de pelo menos 29 milhões de meticais para assistência às vítimas de intempéries.  O chefe de planificação no Instituto Nacional de Gestão de Calamidades no Niassa, Faride Taíbo, disse que para fazer face aos desastres naturais a província prevê a aquisição de kits de salvação, barcos, combustíveis, produtos alimentares, entre outros materiais.

Ainda no âmbito da prevenção das calamidades naturais, a instituição identificou possíveis locais para o reassentamento das vítimas e activou 45 comités de gestão de risco nos dezasseis distritos da província. (RM )

Comments

Um grupo armado atacou ontem a povoação de Bilibiza e o respectivo instituto agrário, a única escola secundária técnica em Cabo Delgado,  gerida pela Fundação Aga Khan, disseram à Lusa fontes locais.

O ataque aconteceu pelas 20:00h, há cerca 120 quilómetros a norte de Pemba, capital provincial.

Segundo relatos de residentes em Bilibiza, ouviram-se tiros e a população começou a fugir para o mato, procurando refúgio para passar a noite, desconhecendo-se a dimensão dos prejuízos ou se há vítimas.

O Instituto Agrário de Bilibiza encontra-se em período de férias letivas.

 

 

A instituição faz parte da Rede de Desenvolvimento Aga Khan, na sequência de um acordo assinado com o Governo moçambicano em 2014 e tem estado a introduzir novas técnicas agrícolas, além de realizar projectos de infraestruturas,

No plano global de ajuda humanitária a Moçambique das Nações Unidas.

A província de Cabo Delgado avançam as obras de megaprojetos que daqui a quatro anos vão colocar Moçambique no ‘top 10' dos produtores mundiais de gás natural e onde há algumas empresas e trabalhadores estrangeiros nas no empreiteiros contratados pelos consórcios de petrolíferas.

A onda de violência começou na ponta norte da província, mas o ataque de ontem e outros localizam-se já na zona sul.

As forças de defesa e segurança têm estado no terreno, mas o Presidente da República, Filipe Nyusi, admitiu na última semana que são necessários mais apoios para lidar com o problema.

"Precisamos de comparticipação porque é um problema multinacional, então, a sua solução não vai depender só de Moçambique", referiu em Londres, no final da cimeira Reino Unido-África.

 

Segundo Nyusi, após encontros à margem da cimeira, "algumas empresas colocaram-se à disposição para dar o seu apoio, para permitir que esse assunto deixe de ser problema para o desenvolvimento de Moçambique", concluiu.

Comments
No Niassa, o sector de educação mobiliza recursos para a reconstrução de cem salas de aula, destruídas pela chuva e ventos que assolam a província.
Comments

Trinta novas fontes de abastecimento e água serão abertas, este ano, no distrito de Gorongosa, em Sofala.
Comments

As autoridades de Saúde, na província da Zambézia, consideram que a lepra deixou de se ser um problema de saúde pública, naquela parcela do país, uma vez que a taxa de prevalência da doença é baixa.

Comments

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction