PHC

Director: Lázaro Manhiça

A POLÍCIA da República de Moçambique (PRM), na província de Cabo Delgado, deteve três cidadãos acusados de pertencerem a um grupo de pessoas muçulmanas que, alegadamente, promove desinformação sobre várias questões sociais, na província.

O Conselho Islâmico de Moçambique já se distanciou destas acções, conforme noticiou a Rádio Moçambique.

Segundo a Polícia, os três cidadãos são membros da seita religiosa Al Shabab, que foram detidos, semana finda, no posto administrativo de Mucojo, distrito de Macomia. “Estes três cidadãos vêm criando desinformação nas comunidades, apelando à população para desrespeitar às autoridades governamentais, a não aderir às escolas e ao uso de objectos contendentes de auto-protecção, como facas e outros instrumentos”- referiu a fonte da PRM.

Entretanto, o Conselho Islâmico de Moçambique, na voz do Sheik Mzé Anssuat, reagiu à detenção e às acções de Al Shabab em Macomia.

“Este grupo não passa de um movimento político que esteja a reivindicar perante o Governo, usando uma certa via para poder ganhar a comunidade, como se fossem princípios islâmicos quando na realidade não o são.

Esta é a segunda detenção de supostos cabecilhas da seita religiosa Al Shabab, sendo que a primeira ocorreu no mês passado no distrito de Quissanga.

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction