Director: Júlio Manjate

A Renamo exige a demissão, com efeitos imediatos, do Ministro do Interior, Basílio Monteiro, por se ter mostrado, na sua óptica, incompetente na luta contra o crime, que está a tirar a vida de cidadãos inocentes e indefesos, segundo escreve a AIM.

A exigência foi feita pelo Secretário-geral da Renamo, André Magibire, na conferência de imprensa havida, ontem, na sede nacional da força política, em Maputo, para manifestar o seu repúdio face ao assassínio de Anastácio Matavel, por indivíduos, que eram membros da Polícia da República de Moçambique (PRM).
Anastácio Matavel foi baleado, mortalmente, na cidade de Xai-Xai, província meridional de Gaza, no fim da manhã de segunda-feira, por um bando de cinco malfeitores, que descarregaram sobre ele uma rajada de 10 balas. Após o crime hediondo, na tentativa de fuga, a viatura em que seguiam, se envolveu num acidente, que vitimou dois membros da quadrilha, um ferido e outro ora foragido.
Matavel, que era o director executivo do Fórum de Organizações Não Governamentais de Gaza (FONGA), era, igualmente, ponto focal da Plataforma de Observação Eleitoral Conjunta “Sala da Paz” e acabava de oficiar a abertura de uma formação de observadores eleitorais, promovida pela “Joint”, organização da sociedade civil.
“A Renamo repudia de forma veemente o assassinato do concidadão Anastácio Matavel”, disse Magibire, anotando, que o partido tomou conhecimento do triste incidente através do habitual “briefing” do porta-voz do Comando Geral da PRM, dando conta que os assassinos do concidadão eram agentes da corporação.
O trágico episódio é, segundo o Secretário-geral, bastante arrepiante, quando as pessoas que juraram defender a soberania nacional, os cidadãos moçambicanos e os seus bens se tornam os assassinos daqueles que um dia se comprometeram proteger.
“Queremos apelar também a todos os moçambicanos para estarem vigilantes, neste momento, em que estamos próximos da votação”, apelou o Secretário-Geral.
No entanto, Magibire disse não ter a menor sombra de dúvida, que a motivação do crime que vitimou o cidadão Anastácio Matavel tem a ver com o processo eleitoral.
O secretário-geral disse, por outro lado, que o assassinato de Matavel tem em vista intimidar, silenciar todos aqueles, que que se pronunciam, que estão a favor de eleições livres, justas e transparentes.
O crime bárbaro, que a polícia já criou uma comissão de inquérito para averiguar, foi, no entender da Renamo, um claro intuito de matar o concidadão por motivações políticas.

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction