Director: Júlio Manjate

A Direcção Provincial do Mar, Águas Interiores e Pescas de Maputo apreendeu cerca de 250 quilogramas de diverso tipo de pescado, cuja captura está proibida desde Janeiro, devido ao período de veda em vigor, anunciou em comunicado.

“Na operação foram apreendidos 198 quilogramas de camarão, 15 de camarão seco, 10 de caranguejo e 10 de peixe”, lê-se no comunicado.

Entre 1 de Dezembro e 17 de Fevereiro, as autoridades do sector das pescas visitaram 29 centros de pesca e inspeccionaram 1285 barcos e 1295 artes de pesca, tendo sido apreendidas e destruídas 39 artes ilegais de pesca, 25 estacas de mangais e passados 40 avisos de multas, correspondentes a 800 mil meticais.

As operações foram desencadeadas por uma equipa multissectorial de fiscalização da direcção provincial e da Polícia Costeira, Lacustre e Fluvial do Ministério do Interior, através de 50 patrulhas marítimas e 50 terrestres.

A interdição da actividade pesqueira no país, que inclui a captura de camarão de superfície, isto é, de profundidade, até 15 metros, vigora desde 1 de Janeiro e será levantada a 1 de Abril próximo e a mesma visa permitir a reprodução de mariscos, através de “uma pesca responsável” .

Dados estatísticos indicam que Moçambique movimenta entre 70 e 100 milhões de euros anuais no sector das pescas. Grande parte do pescado moçambicano tem como destino os mercados da União Europeia, especialmente Portugal e Espanha.

 

 

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction