Director: Júlio Manjate

A Secretária de Estado da província da Zambézia, Judite Faria, manifestou preocupação com a escassez de sangue  que se regista no Hospital Central de Quelimane.
Judite Faria teve conhecimento da escassez de sangue durante a visita que efectuou ontem, quarta-feira, àquela unidade sanitária para manifestar a sua solidariedade para com as vítimas de um acidente de viação ocorrido cerca das 23h00 de terça-feira, na zona de Lua-Lua, ao longo da Estrada Nacional (EN1), no distrito de Mopeia, e que resultou em 12 feridos
“Tivemos conhecimento de um acidente ocorrido no posto administrativo de Lua-Lua e esta manhã viemos aferir o estado clínico das vítimas e manifestarmos o nosso amparo, enquanto recebem o devido acompanhamento médico, disse a governante, citada pela AIM.
Durante a interacção com o pessoal médico, Faria instruiu a direcção daquela unidade sanitária a procurar apoio imediato no banco de sangue do Hospital Geral de Quelimane para salvar a vida de um prisioneiro internado com nível de hemoglobina muito abaixo do recomendável.
“Nesta visita saímos com alguma satisfação, relativamente ao quadro clínico das vítimas do acidente, pelo nível de assistência médica, mas ficamos preocupados com um doente que, por sinal, é prisioneiro, e que precisa de transfusão de sangue”, disse. Mas, pelo trabalho que fizemos, a equipa médica disse já ter accionado mecanismos para que o precioso líquido esteja disponível ainda na manhã de hoje, disse a fonte.
O director do Hospital Central de Quelimane, Ladino Suado, falando à imprensa, anunciou que parte dos pacientes já teve alta.
“Temos ainda oito doentes já com definições das lesões graves, porém, não correm risco de vida e continuam internados para cuidados médicos especializados e quatro tiveram alta”, garantiu.
Sobre a escassez de sangue, Suado disse que é algo que se regista em muitos hospitais. “É algo que não se recebe de nenhum armazém, pois é colectado nas comunidades”.
Explicou que a escassez que se regista actualmente é referente a apenas um grupo específico, mas já foram estabelecidos contactos com outros hospitais e o ferido será atendido, garantiu o médico.
Actualmente, segundo a fonte, o banco de sangue daquele estabelecimento hospitalar dispõe de 32 unidades de sangue.
Fazendo um relato do acidente, António Feliciano, uma das vítimas, disse que o min-bus, de marca Toyota Hiace, partira de Chimuarra, entre Sofala e Zambézia, com destino a Quelimane, com 22 passageiros.
Entretanto, o motorista, circulando a uma velocidade excessiva, viria a perder controlo da viatura no troço Lua-Lua /Monhonha, para de seguida capotar num riacho.
“O motorista devia estar a andar entre 100 e 130 quilómetros e só descobrimos que estava sob efeito de álcool após o sinistro. Ele pôs-se em fuga, mas graças às pessoas de boa vontade os 12 feridos foram evacuados para este hospital ’’, disse Feliciano.

 

   

 

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction