Director: Lázaro Manhiça

O Ministério da Terra e Ambiente (MTA) apela aos concidadãos para que façam uma gestão segura dos resíduos sólidos e perigosos como máscaras, luvas, bem como tantos outros resultantes dos esforços de contenção da Covid-19, cujo manuseamento inadequado pode causar efeitos imprevisíveis na saúde humana e meio ambiente.

Desta feita, o manuseamento seguro e o descarte final dos materiais são vitais para uma resposta de emergência eficaz, segundo o comunicado de imprensa do Ministério da Terra e Ambiente por ocasião do Dia Mundial da Diversidade Biológica, efeméride que este ano é assinalada sob o lema “As Nossas Soluções estão na Natureza”.
A data tem em vista alertar para a necessidade e importância de bem conservar a diversidade biológica para a existência da humanidade, como espécie.
A efeméride celebra-se numa altura em que, à escala mundial, a humanidade está sob ameaça da pandemia da Covid-19, por um lado e, por outro, diversas espécies de flora e fauna estão à beira de extinção devido ao aquecimento global, comércio ilegal, utilização demasiada e perda dos seus habitats naturais.
O recurso aos serviços ecos sistémicos como o ar, a água, a produção de alimentos, os materiais para construção, diversas matérias-primas e os espaços para lazer e satisfação de um conjunto de necessidades humanas básicas assenta no uso sustentável da natureza que, por isso, tem uma importante contribuição ao alcance do bem-estar humano e do planeta em relação às mudanças climáticas.
Segundo o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), as doenças transmitidas de animais para seres humanos estão em ascensão e pioram à medida que os habitats selvagens são destruídos pela actividade humana.
“Os seres humanos e a natureza fazem parte de um sistema interconectado. A natureza fornece comida, remédios, água, ar e muitos outros benefícios que permitem as pessoas a prosperar”, refere a agência da ONU.
Citando a recente obra denominada “Spillover”, da autoria de David Quammen, a agência da ONU refere igualmente que se assiste ao corte de árvores, abate de animais e a sua prisão em gaiolas, bem como o seu envio aos mercados. As medidas rompem os ecossistemas e libertam os vírus dos seus hospedeiros naturais. Quando isso acontece, eles precisam de novos hospedeiros e muitas vezes, “somos nós.”
Para o ministério, que tem nas suas variadas atribuições, o desafio da conservação da diversidade biológica no país está a tratar das causas fundamentais de perda de diversidade biológica, fazendo com que preocupações permeiem o Governo e a sociedade.
A redução das pressões directas sobre a biodiversidade e a promoção do uso sustentável dos recursos; a melhoria da situação da através da protecção dos ecossistemas, espécies e diversidade genética; o aumento dos benefícios da biodiversidade e serviços ecossistémicos para todos, bem como o aumento da implementação, por meio da planificação participativa, do ordenamento do território, gestão do conhecimento e capacitação estão entre os desafios.
A título de exemplo, o MTA iniciou no corrente ano o desenvolvimento e montagem de painéis (outdoor) com mensagens sobre a diversidade biológica, visando garantir que as pessoas tenham conhecimentos do valor da biodiversidade e das medidas a tomar para conservar e utilizar de forma sustentável, bem como terem conhecimento e, por via disso, passarem a valorizar o património natural do país.

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction