África do Sul: Ministro da Polícia em KZN quando está perto do fim o prazo para a prisão de Zuma

0
131

O MINISTRO sul-africano da Polícia, Bheki Cele, chegou esta quarta-feira (07) a KwaZulu-Natal(KZN), quando se aproxima do fim o prazo para as forças de segurança deterem o ex-Presidente Jacob Zuma.

Cele foi mandatado pelo Tribunal Constitucional para garantir que Zuma seja levado sob custódia, até o final do dia de hoje, para começar a cumprir a pena de 15 meses de prisão ao qual foi condenado por desacato ao tribunal.

Jacob Zuma está na sua casa em Nkandla, província de KZN, onde estão concentrados centenas de seus apoiantes.

O ministro, por meio do procurador do Estado, pediu ao presidente interino do tribunal, o juiz Raymond Zondo, a suspensão da prisão de Zuma  até que todos os processos judiciais em curso tenham sido concluídos, mas ainda não recebeu resposta.

Cele tinha dito antes que sem uma resposta de Zondo, ele não teria escolha a não ser deter Zuma.

Se o ministro falhar em garantir que o ex-presidente seja preso até a meia-noite de hoje, pode enfrentar uma possível acusação de desacato ao tribunal.

Jacob Zuma não se entregou voluntariamente à polícia no domingo, dando início ao processo policial que se desenrola agora.

A equipa jurídica de Zuma tentou na terça-feira convencer o Tribunal Superior de Pietermaritzburg, KwaZulu-Natal, a suspender a prisão dos seus constituinte até que o Tribunal Constitucional ouça, na próxima semana, o seu pedido de anulação da sentença.

O seu advogado, Dali Mpofu, “transpirou”  na terça-feira tentando explicar à juíza Bhekisisa  Mnguni, por que ele acredita que o Tribunal de Pietermaritzburg tem jurisdição sobre um assunto julgado por uma instância superior, ou seja, o Tribunal Constitucional.

A juíza Mnguni reservou a sua decisão para sexta-feira (09) – TimesLive

+ posts

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here